Vamos mais uma vez ao treinamento Descomplicando o Docker

Esse ano tem treinamento Descomplicando o Docker novamente e com muitas novidades na ferramenta. Então lá vou eu novamente participar do curso e aprimorar meu conhecimento nesta ferramenta poderosa que está tomando cada vez mais o mercado.

Docker é uma ferramenta para gerar containers, um pacote que roda de forma isolando do sistema operacional de forma leve e segura permitindo-lhe ter controle sobre o programa limitando seu recurso de hardware. Isso lhe proporciona melhor aproveitamento de hardware e economia.


Pela imagem acima, containers podem te lembrar virtualização a primeira (o que é uma ótima forma para assimilar como funciona), mas vale ressaltar que containers não são virtualização e sim isolamento (assim como o comando chroot).
Clique aqui para entender melhor sobre containers
Ainda há vagas disponíveis para as turmas e estou deixando aqui este vídeo para quem ainda quiser se inscrever e se tornar um profissional na ferramenta. 





Para fazer o curso, basta ir o link a seguir:
https://linuxtips.typeform.com/to/J6sqIf

Ou envie um e-mail:
contato@linuxtips.com.br

Obtenha o livro Descomplicando o Docker do professor Jeferson Fernando (eu já adquiri a minha cópia impressa ;)
https://www.livrariacultura.com.br/p/ebooks/historia/descomplicando-o-docker-106693828

Essa é a minha cópia que eu ainda quero com dedicatória e autografado hehehhe


Instalação de driver de vídeo no linux é realmente difícil BAGARAMBA? :( :(


Com aplicações como yast, synaptic, central de programas do Ubutnu, Apper do KDE, lojas como do Linux Mint, Manjaro, Deepin Linux se torna dificil afirmar que Linux é dificil (ate mesmo na epoca do Kurumin ja era dificil que tinha a sua perfumaria).

O que devemos pesar na balança é o que torna um sistema operacional fácil ou difícil. Facilidade não está limitada a instalação de programas com next, next, install e finish; é uma serie de fatores:

  1. O tempo que se leva para instalar distros user friendly
  2. Pouca necessidade (na verdade quase nenhuma) de instalar drivers
  3. Programas tais quais office, gravador de CD/DVD, codecs que ja vem por padrão.
  4. Poucas ocasiões que ocorrem problemas no sistema operacional onde precisa da intervenção de um técnico.

Pois é, tudo o que há muita necessidade no Windows quase não há no Linux e se há, não é grande problema solucionar.

Mas já que estamos tratando da facilidade da instalação de programas e drivers confiram se realmente é tão difícil assim como pintam o Linux. Instalação de drivers, de programas, atualização do sistema operacional e acesso a mídias no Linux não é um bicho de sete cabeças.:

Série FX da AMD esquentando como um vulcão?

Em meados do ano passado eu fiz um vídeo explicando sobre a série de processadores FX da AMD devido a comentários que eu vi nas redes sociais. É que me chama a atenção a opinião que as pessoas formam sem ao menos um pouco de pesquisa (e que chega a ser intrigante).

Tenho certeza que tem gente que vai me dizer:
"Ah, mas você está defendendo o FX porque você tem um".
E a resposta para isso é que sim; e não sim para estou defendendo a série e FX, e sim para eu tenho um FX 8300. Mas já tive também um Pentium, um Pentium 3, um Pentium 4, dois Celerons, um Athlon XP, quatro Core2Duo, um Atom, um Corei3 e dois FX sendo o 6300 e o 8300 (Agora faça as contas e veja se já tive mais processadores da Intel ou da AMD). Também já tive dois um ARM (no Raspberry Pi e no Endless Mini sem contar os dos smartphones que temos fácil acesso hoje), um PowerPC e conto nesta lista um SH4 (através do meu Dreamcast que posso rodar Linux e que estão voltando a sua produção para a IoT e para a computação descartável).


E mesmo depois de mostrado quais processadores já tive, vai ter gente parecendo múmia afirmando a mesma coisa...

OK, mas o que me levou a escrever este artigo foi ver o pessoal falar a forma como o FX esquenta ao ponto de parecer estar entrando em erupção. Chega a ser engraçado ler esse tipo de comentário.

Galera, até mesmo os processadores da Intel esquentam muito. A questão era aquele Cooler Box (cooler que vem em conjunto com os processadores) da Intel que eram horríveis até mesmo na questão de como a gente conectava à placa mãe:


Eu detestava (e ainda detesto) tanto aquele cooler que por fim acabei comprando um da Cooler Master e me desfiz do cooler box. E até hoje a Intel insiste nesses coolers que vem por padrão. Esse cooler que comprei sim foi bom, solucionou meu problema na questão de aquecimento do processador e de até mesmo parafusá-lo na placa mãe.


Isso acontece também com o FX. O cooler que vem por padrão na caixa do processador FX é um cooler pequeno (mais ou menos dois dedos ou menos de altura como o que se vê nas imagens abaixo), vinha uma folha de cobre embaixo (é, um cooler foliado a cobre...) e que uma ventoinha fraca que para renderizar um vídeo chegava a esganá-la. E é isso que vai em cima de um processador com 6 a 8 núcleos...


Se em um processador com dois núcleos operando a 3.0Ghz esquenta, não iria acontecer a mesma coisas com um processador com oito núcleos operando a 3.3Ghz? Esse foi um erro cometido também pela AMD na geração FX (e é até hoje o mesmo erro da Intel nos CoreiX). Foi onde eu comprei um cooler da CoolerMaster (sim, gosto da marca mas ainda quero um BeQuiet) para o meu FX que solucionou o problema do calor:



Os únicos momentos que meu processador esquenta (MESMO, mas não tanto como exageram) é quando vou renderizar os vídeos para o canal, mas até aí normal. Quando jogo esquenta um pouco, mas nada de tão quente, nada do tipo:
noss, pega o ventilador lá e uns cubos de gelo, coloca na frente do ventilador direcionando para o computador se não  vai derreter.
Esse cooler foi projetado tanto para o soquete AM3+ (AMD FX) quanto para o soquete 775 (Core2Duo). Bom, por hora é só; só quis debater esta questão de acharem que os processadores da AMD são um ferro de passar roupas. Hoje o cooler box da AMD valem muito a pena; são bem dimensionados e dissipam bem o calor, mas os anteriores não valiam a pena.

O que esperar do canal em 2018?

Neste vídeo resolvi tratar com vocês o cronograma do canal onde debato quais séries teremos e as novidades no canal. O número de séries aumentou o ano passado (o que eu acho muito bom) e novas estão se iniciando; dentre elas, que já não são novidade, estão os vários sabores de Linux (\o/), muito além do GNU, Hardware, A pior história sobre Linux que já ouvi, dica de leitura e o meu ambiente de trabalho.

Mas sem estragar a surpresa das novidades no canal, confiram o vídeo para saber mais:


Já que a galera vem me pedido, resolvi esse ano iniciar meu crowdfunding. Ajude-nos a manter o canal sempre com bastante conteúdos que todos usufruem e ganham conhecimento: https://www.padrim.com.br/tocadotux

Compre na imago brinquedos

Compre na imago brinquedos
Utilize o cupom de desconto TOCADOTUX e ecnomize 5% na sua compra