Mostrando postagens com marcador Linus. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Linus. Mostrar todas as postagens

Feliz aniversário Linux Torvalds

Feliz aniversário Linux Torvalds
Feliz aniversário Linux Torvalds
 Hoje (dia 28 de Dezembro), Linus Torvalds está completando 52 anos. Para celebrar essa data especial, no ultimo Domingo (dia 26) eu fiz uma live especial debatendo sobre seis projetos de sua autoria e que são utilizados no mundo inteiro e assim desmistificando o que muitos acreditam.

 Linus é o autor não somente do kernel Linux e da ferramenta git, ele é também o autor da Lei de Linus; dos comandos fdisk, mkfs, fsck, mkswap, swapon e swapoff (já debatidos anteriormente no vídeo clicando aqui); da ferramenta subsurface e do termo kernel hibrido.


 Só que esses não são os únicos projetos de autoria de Linus Torvalds. Em seu GitHub podemos encontrar mais projetos (alguns deles já citados aqui, outros não). Então desejamos a Linus Torvalds um feliz aniversário e muitos anos de vida com saúde e felicidade.



the route command
Outra contribuição de Linus Torvals foi a modificação do comando route para a versão pl15.

Apple e os processadores ARM

Apple e os processadores ARM
Apple e os processadores ARM

Depois que a Apple anunciou a migração de X86 para ARM, muita gente se preocupou quanto a possibilidade de não poder utilizar programas de uma arquitetura em outra. A Apple já fez o processo de transição da arquitetura PowerPC para a X86 sem apresentar trabalhos críticos; desta vez eu acredito que não será diferente. No meu vídeo sobre Ubuntu rodando no meu Power Mac G4 eu explico através do kernel do Mac OS X Leopard como a Apple realizou esse trabalho até que todos os fornecedores pudessem portar os seus programas para X86:


 Migrar para ARM parecia algo previsível; em 2.015 o site Mac Rumors já havia postado a noticia sobre a pretensão da Apple migrar para ARM e a resposta da Intel afirmando que o relacionamento entre as duas empresas ainda era muito forte; em 2.018 a Apple vendeu quase 218 milhões de Iphones e apenas pouco mais de 18 milhões de Macs. As coisas ficaram cada vez mais óbvias com o lançamento do novo Ipad Pro que era mais poderoso que 92% dos desktops acessíveis do mercado da época, rodando Photoshop nativamente, navegando na internet e utilizando Whatsapp ao mesmo tempo (e até arrastando do navegador e soltando no Whatsapp) e termina com a frase "ele é como um computador mas diferente de qualquer computador".

O chip A12X Bionic utilizado no Ipad Pro.
O chip A12X Bionic utilizado no Ipad Pro.
Poderoso o suficiente para photoshop nativo.
Poderoso o suficiente para photoshop nativo.
Mais rapido do que 92% dos desktops acessíveis.
Mais rapido do que 92% dos desktops acessíveis.
Navegando na web e usando chat ao mesmo tempo.
Navegando na web e usando chat ao mesmo tempo.
Arrastando do navegador e soltando no Whatsapp.
Arrastando do navegador e soltando no Whatsapp.
 Por fim a Apple anunciou no mês de Junho que estaria migrando que X86 para ARM. A coisa está feia para o X86, mas parece que somente para a Intel pois a AMD anda ganhando cada vez mais espaço com o núcleo Zen (com mais um console no mercado da Atari) enquanto isso recentemente Linus mandou a real para a Intel desejando uma morte dolorosa ao AVX-512, que a Intel pare de ficar focando em benchmarks com sua Unidade Ponto Flutuante, pare de ficar inventando moda com instruções mágicas e comece a corrigir problemas reais. Para revidar a situação,parece que a Intel está trabalhando em um novo recurso de tecnologia hibrida para o Alder Lake chamado Big-Bigger similar ao design Big.LITTLE da arquitetura ARM.


 Uma coisa que deixou os apaixonados por Mac foi a possibilidade de retrocompatibilidade não somente com Intel, mas também com outras arquiteturas passadas. Um desenvolvedor apaixonado por Macs antigos chamado tenFOURFox escreveu sobre a possibilidade de rodar até cinco arquiteturas em um unico binários (ARM64, 32-bit PowerPC, 64-bit PowerPC, i386 e x86_64) e potencialmente até 17 arquiteturas em  um único binário (ppc750, ppc7400, ppc7450, ppc970, i386, x86_64, x86_64h, armv4t, armv5, armv6, armv6m, armv7, armv7em, armv7k, armv7m, armv7s e todos os outros Macs com AARM.)

 Uma informação que prometi na live que iria pesquisar é qual tecnologia GPU será utilizada nos novos Macs com ARM. A unica coisa que se sabe é que a Apple guarda esse segredo a sete chaves pois parece ser tecnologia própria da empresa.
Imagem aqui
CLIQUE AQUI, VENHA APRENDER LINUX COMIGO E TORNE-SE UM VERDADEIRO PROFISSIONAL.
DEMAIS, SÓ FINALIZO DIZENDO QUE, SE VOCÊ É UM USUÁRIO DE MAC OS E ESTÁ PENSADO EM MIGRAR PARA LINUX, MEU CURSO É PENSADO TAMBÉM PARA VOCÊ ;)

Resumo do Tux 29/05/2016


 Essa semana comecei com uma série no blog onde mostro 50 lugares onde Linux é utilizado e talvez nem saibamos. Isso faço para quebrar um paradigmas (dos muitos que ouço) de Linux não ser bem adotado. Achamos que Linux é fraco somente pelo fato de não ter uma empresa fazendo propagandas (apesar que existe. Tem uma playlist grande no meu canal a respeito do assunto).

 Então resolvi dar continuidade a semana dedicada ao mestre Linus mostrando o vídeo quando ele recebeu o prêmio de pioneiro da computação de 2.014:



 Foi publicado também aqui no blog o artigo em que é mostrando que Linux está ganhando cada vez mais espaço no desktop graças aos Chromebooks.

 já que é para falar do assunto de onde Linux é utilizado, esse vídeo do Washington Post é muito interessante e esclarecedor sobre a amplitude do uso do Linux:


 E por fim, teve mais dois artigos que achei muito interessante publicar por aqui. Um em que os economistas preveem que a Red Hat pode chegar a 3 bilhões de Dolares até (mais ou menos) 2.019, e o outro em que um desenvolvedor trabalha na correção do problema de 2.038 no VFS  (espero que essa correção traga mais melhorias para o VFS também).

Resumo do Tux 22/05/2016


 Essa semana o assunto foi muito forte sobre o Linus. Falar sobre o Linus, desmistificar muitos assuntos sobre o cara e centralizar outros. Isso é algo que já quero há uma boa data. Achei a hora propicia.

 Resumo do Tux 22/05/206

 Essa semana foi muito forte o assunto sobre a Semana do Linus. Já que conhecer mais sobre Linus é algo que muito querem (notei no vídeo do TED), então por que não estender um pouco mais o assunto?

 Bom, tem uma lista de vídeos quase prontos sobre o cara que vão gostar de assistir. Tive o cuidado de traduzir, mas caso alguém encontre erros nas legendas, podem me enviar que vou ficar agradecido :-)

 Teve três videos de uma entrevista (que não me recordo de onde os consegui) em que Linus conta como o Linux começou, onde ele é utilizado o seu desenvolvimento:




 Resolvi traduzir também o artigo de quando Linus ganhou o "Premio de Pioneiro da Computação em 2014"

 E publiquei também o artigo sobre a atualização do Whatsapp que agora vem com suporte a criptografia dos chats. Nessa eu fiz um comparativo entre o Whatsapp e o Telegram (onde mostro que é muito visível que os novos recursos do Whatsapp são copiados dos já existentes no Telgram graças ao seu código aberto).

O Recipiente Prêmio Do Pioneiro da Computação de 2014


 Com é "Semana do Linus", resolvi postar este artigo de 2.014 quando Linus ganhou o prêmio de pioneiro da computação.

O Recipiente Prêmio Do Pioneiro da Computação de 2014

  "Pelo desenvolvimento pioneiro do kernel Linux utilizando a abordagem open-source."

Linus Torvalds
Linus Torvalds criou o kernel Linux e supervisiona o desenvolvimento open source do amplamente utilizado sistema operacional Linux.
Torvalds nasceu em 28 de Dezembro de 1969 em Helsinki, Finlândia. Ele se matriculou na Universidade de Helsinki em 1988, graduando com um mestrado em ciência da computação. Sua tese de mestrado (M.Sc. thesis) foi  intitulada Linux: Um Sistema Operacional Portável (Linux: A Portable Operating System).
Um ávido programador, Linus foi autor de muitas aplicações de jogos any gaming em seus primeiros anos. Depois de obter um computador pessoal com um CPU Intel 386, ele começou a utilizar Minix, um sistema operacional inspirado no Unix criado por Andrew Tanenbaum para uso como ferramenta de ensino. Torvalds começou a trabalhar em um novo kernel, mais tarde para ser nomeado "Linux," no outono de 1991 e depois de formar uma equipe de voluntários para trabalhar nesse novo kernel, o lançamento V1.0 na primavera de 1.994.

Em 1.996, Torvalds aceitou um convite de visitar o quartel general da Transmeta na California, uma empresa start-up nos primeiros estágios de desenvolvimento de uma CPU com economia de energia. Torvalds então aceitou um cargo na transmeta e mudou para a Califórnia com sua família. Com o seu trabalho na Transmeta, Torvalds continuou a supervisionar o desenvolvimento do kernel Linux.

Em 2003, Torvalds deixou a Transmeta para focar exclusivamente no kernel Linux, mantido pela Open Source Development Labs (OSDL), um consorcio formado por empresas high-tech companies, nas quais incluem IBM, Hewlett-Packard, Intel, AMD, RedHat, Novell e muitas outras. O propósito do consorcio foi promover o desenvolvimento do Linux development. A OSDL fundiu com Free Standards Group em Janeiro de 2.007 para se tornar The Linux Foundation. Torvalds permanece como a autoridade suprema em que novo código é incorporado ao no kernel Linux padrão.

Minha Primeira Linha de código por Linus Torvalds

 Essa semana eu declarei oficialmente a "Semana do Linus"! E por que decidi assim? Simples! Foi devido a participação do Linus no TED. Ia fazer isso semana passada, mas resolvi não interromper. Então, uma semana depois, aqui vamos nós :-)

Minha Primeira Linha de código por Linux Torvalds

Em Junho do ano passado o site Bloomberg publicou o artigo "O Futuro so Linux Sem Linus Torvalds" que foi publicado no Diolinux e pode ser conferindo clicando aqui mesmo. Eu tinha planos de traduzir esse vídeo, mas que por fim acabou caindo no esquecimento.

 Foi deste artigo que também retirei um trecho do artigo "Para que serve a Liberdade?" onde linus menciona sua opinião sobre software livre:

“Não é que você torna algo open-source por que é de alguma forma moralmente a coisa certa a se fazer,” ele diz. “É por que ele lhe permite fazer um trabalho melhor. E acredito que pessoas que acham que open-source é anti-capitalismo sejam inerentes e francamente estúpidas.”

 Bom, então confiram agora o vídeo legendado deste vídeo que fiquei devendo a vocês. Espero que gostem e conheçam um pouco mais sobre Linus :-)


Resumo do Tux 15/05/2016

 Sábado passado eu havia anunciado que estava traduzindo o vídeo sobre o Linus no site TED a pedido do Flávio Oliveira do canal Flávio Dicas:


 Que por fim, consegui disponibilizar nesta Terça feira com ajuda do Flávio na revisão do texto:


Eu pretendia fazer a semana do Linus com mais vídeos; mas como está sendo muito acessado, eu não queria ser estraga prazer e deixei essa ideia para a próxima semana. OK?

Bom, por fim publiquei o artigo sobre O QUE EU ACHO DO NTRFS expandindo melhor a ideia sobre o vídeo com o mesmo título. Acho que esse assunto merecia melhor exploração e esclarecimento. Coincidência ou não, poucas horas depois eu publiquei o artigo sobre O AVANÇO DO ZFS NOS REPOSITÓRIOS DO DEBIAN, que algo que eu quero ver muito, mas muito mesmo no Linux (o Zfs ganhar mais espaço no Linux).

 Então é isso por enquanto, galera. Essa semana então eu faço a semana do Linus com dois ou três vídeos e espero que tenham gostado :-)

LinusTorvalds 2016 no TED

 Galera, esse artigo é somente um aviso sobre o vídeo do Linux no TED. Eu ia disponibilizar mais  outros dois vídeos sobre o Linus (vídeos curtos, coisa de um minuto e meio), mas notei que tem muita gente ainda assistindo esse vídeo e não quero ser um estraga prazeres. Então, prefiro deixar este vídeo por mais um tempo e depois disponibilizo os outros. Ok?
 Agradecimento especial ao Flávio por ter revisado o texto para mim.
 Então, aguardem os outros e enjoy this one :-)


Feed sobre o vídeo do Linus do TED

 Galera, conforme mencionei no vídeo abaixo, estou trabalhando na tradução deste vídeo com a ajuda da revisão do Flávio do canal Flávio Dicas. Estou passando para lhes dar o resultado do progresso, a tradução já está pronta :-D

Feed sobre o vídeo do Linus do TED

 Bom, a tradução já está feita e vai sair sim na Terça Feira :-D
 Agora só estou finalizando a parte da revisão do texto que o Flávio Dicas teve o cuidado para mim (muito obrigado pela força Flávio). Porque, como sabem

"Muitos olhos no código o melhoram."
 Logo aplicamos a mesma filosofia: "muitos olhos no texto o melhoram".

 Então agora só estou cuidando desta parte e vamos aproveitar bem este vídeo nessa semana que estou chamando-a de "A Semana do Linus". Espero que gostem :-)


Shell Linux. Do aprendiz ao Administrador por Tales Araújo Mendonça e Bruno Gonçalves Araujo

Galera, dá um liga no livro que ganhei: Shell Linux. Do aprendiz ao administrador por Tales Araújo Mendoça e Bruno Gonçalvez Araujo.

Shell-Linux.-Do-aprendiz-ao-administrador-por-Tales-Araújo-Mendoça-e-Bruno-Gonçalvez-Araujo

Bruno Gonçalvez Araujo é pós-graduado em software livre, colaborador de diversos aplicativos Linux (mais de uma década de de dedicação ao software livre), criador e mantenedor do projeto BigLinux, criador do site BigBusca.com, idealizador do projeto BigBashView, idealizador do União Livre e contribuinte do Kaiana Linux.
Tales Araújo Mendoça é Bacharel e analise de sistemas com quase 20 (vinte) anos de experiencia com o sistema operacional GNU/Linux e diversas contribuições para a comunidade de software livre.
 confiram seu site pessoal: talesam.org
  Foi o Tales que aparece nos agradecimentos da retrospectiva Linux 2015 que é um dos autores acima mencionado:


 Este livro em breve estará disponível na Diostore. Tales, em parceria com seus amigos, é também autor de outros livros como "GNU/Linux – Aprenda a Operar o Sistema na Prática" e "Linux - Simplicidade ao seu alcance".

Pow, e não é que o cara ainda me manda com uma dedicatória? Se liguem na foto abaixe e aguardem que farei um vídeo em breve sobre esse novo livro. :-)


dedicatória-do-tale

 Caso queiram conferir, o primeiro livro escrito pelo Tales está disponível para download no link abaixo; é antigo, mas ainda quebra um galho:

Dois vídeos numa tacada só

Pois é, aconteceu algo que eu nunca esperava. Postei dois vídeos numa tacada só essa semana. Isso por que nem eu mesmo esperava. Acompanhem aqui o por que.

Dois vídeo numa tacada só

Pois é, tudo começa quando um amigo me chama no chat e pergunta se eu tinha o vídeo How Linux is Built legendado no meu canal (isso é algo que vocês sabem que eu faço normalmente):

pergunta-sobre-o-video-how-linux-is-built-legendado-no-meu-canal.

Porém eu tinha visto a notícia sobre o suporte ao Systemd ter sido removido do Busybox. Então eu não resisti e resolvi postar um vídeo explicando o que é o Busybox e qual a sua importância no sistema operacional.


 Aparelhos por menos de 10USD + frete grátis

 Daí, como eu já havia prometido para esse amigo, resolvi postar dois em uma tacada só. Um na Segunda Feira, e outro na Terça.


 Então, estou escrevendo este artigo para promover (digamos assim) uma campanha. Conhece algum vídeo em Inglês envolvendo Linux e gostaria de assisti-lo legendado? Envie um e-mail para tocadotux@gmail.com que eu terei a satisfação de traduzi-lo. :-)

 Aguardem, pois é previsto mais um vídeo para Sexta Feira.

 Veja mais sobre o Systemd:

Resumo da semana 31/10/2015


 Essa semana teve noticias a rodo no Diolinux e artigos no meu blog.
 Batam: Arkhan Knight dando o que falar tanto no Linux quanto no Windows, lançamento de distro, hardware, até mesmo a Solu, a empresa finlandesa que desenvolveu um mini-PC curtiu nossos artigos. Confiram tudo numa taca só.

Solu, o mini-PC de helsinki (cidade natal de Linus) que roda Linux

Resumo da semana 31/10/2015

 Essa se eu pretendia gravar os resumo da semana com um total de quatorze noticias. Porém, se n ão fosse o bom sistema de energia que temos em São Paulo, eu teria gravado. Já que não foi desta vez, vai pelo blog mesmo:
  1. E o SystemD me deixa fulo Pois é, agora compartilho com vocês uma experiencia que me deixa mordido de raiva.
  2. Lançado Snappy Ubuntu Core que é baseado no Ubuntu 15.04 (vivid vervet) e utiliza o pacote Snappy que a Canonical trabalha fortemente em seu desenvolvimento.
  3. E mais coisas sobre o Systemd mostrando as diferenças entre o SysVinit.
  4. Diferenças no ARM32 e ARM64 para os programadores Linux. Programadores devem se atentar as essas diferenças.
  5. Tratando um pouco sobre a init OpenRC que resolvi abordar um pouco para saberem o que ocorreu na história de Debian para a escolha do Systemd.
  6. Raspberry Pi personalizadas serão comercializada.
  7. Solu o mini-PC orgânico que roda Linux um sistema chamado SoluOS. Funciona tanto como um PC e (digamos) como smartphone. No final deste artigo, vocês podem conferir o vídeo sobre esse mini-PC, que eu particularmente achei da hora.
  8. Drivers open source estão com baixo desempenho de acordo com o teste realizado pela Phoronix.
  9. E mais uma vez o game Batman Arkham knight vai atrasar para o Linux conforme dito pela Farel, pediram prazo maior para poder portá-los. Os Linux gamers ficaram mordidos da vida.
  10. Mysar-NG um software de reports de acesso ao MySQL e ao Squid feito por amigos da Area31.
  11. Batman Arkhan knight exige 12 gigaBytes de RAM para funcionar no Windows 10 Estão de palhaçada né. Criticam o Linux pela demora, e quando laçam no Windows, precisa de 12 GIGA DE RAM para rodar bem. E que que adianta lançar e sair assim? 
  12. Lançados SystemRescueCd 4.6.1 e GParted Live 0.24.0-2 com melhorias herdadas do Gparted.
  13. Resumão do Mês sobre o Funtoo Linux: Funtoo Linux e o projeto Unfork.
  14. E os mano do Arch Linux  pira (se não infarta) com a noticia de que Twich viwers tentarão instalar Pokemon.
não deixem de me seguir no TSU Confiram o vídeo (que a própria Solu curtiu o meu Twitter) no meu canal:  


 Aparelhos por menos de 10USD + frete grátis

Tratando um pouco sobre a init OpenRC

OpenRC

Tratando um pouco sobre a init OpenRC

    Bom, cheguei a mencionar sobre o OpenRC no meu artigo "E o Systemd me deixando fulo da vida" em que para mim, muita coisa no Systemd, foi simplesmente reinventar a roda. Por que não comentar sobre o OpenRC?

    É inevitável que utilizemos o systemd? Bom, em partes pode ser que seja. As principais distribuições estão adotando-a. Fica a critério em alguns casos das nossas decisões sobre o que vamos utilizar. Mas existem outras inits no mundo Linux (o que considero como a beleza do linux, sempre há alternativas da mesma solução a oferecer. Isso é "os vários sabores de Linux").

    A daemon init OpenRC foi desenvolvida em 2001 por Daniel Robins (criador do Gentoo Linux) e mantida por outros membros como Azarh (Martin Schlemmer), com a migração da nova init system com a assistência de Woodchip (Donnie Davies) que convertei todos os scripts ebuild init scripts para funcionar com o novo sistema. Roy Marples se tornou 

    Roy Marples, que se tornou desenvolvedor do Gentoo em 2004 e mantinha os scripts modulares de rede para o pacote baselayout do Gentoo. Em 2007, Roy anunciou a baselayout-2 contendo scripts init reescritos condificados em C e permitindo init scripts POSIX sh ao inves de utilizar o bash (que as implementou em meados do mesmo ano em versões alpha e pre release ao Portage do Gentoo como componente opcional).

    Uma das alternativas para o Debian de substituir o atual SystVinit era exatamente o OpenRC (antes mesmo de pensar em Upstart ou Systemd). O que levou a comunidade Debian a não utilizar o OpenRC (e com uma certa razão) foi como afirmaram no e-mail:
O OpenRC é mais conservador e com menos mudanças revolucionarias do que o Systemd e o Upstart...
Se vamos concentrar esforços de substituir init systems e mudar nossos scriptis startup, um requerimento minimo para mim é que ao menos enderecemos os pontos fracos do mecanismo sysvinit, nomeadamente:
* Ausência de integração com os eventos de kernel-level para para  comandar startup corretamente.
* Sem mecanismo para monitoramento de processo e reiniciar além da inittab.
* Confiança pesada em shell scripting ao inves de syntax declarative.
* Um fork e exit com arquivo modelo PID para daemon startup.
    Isso aconteceu com o OpenRC devido a saída de Roy do projeto Gentoo no final de 2007, quando a baselayout-2 ainda estava em pre stage (o que foi mascardo). Roy continuou mantendo a baselayout-2 como um projeto independente (que foi permitido pelo concelho do Gentoo sob a clausula 2 da licença BSD) . Em meados de 2010, Roy resolveu não mais mantes o OpenRC, como dito por ele mesmo eu seu site, se aposentou devido a rasões politicas. Nesse ponto, ele transferiu o desenvolvimento para a comunidade Gentoo.

    Daniel Robins continua a desenvolvê-lo como um projeto independente, mantendo a versão fork do OpenRC para o Funtoo Linux, que inclui um sistema de configuração de rede Funtoo-specific.

E o Systemd me deixando fulo da vida

 Se tem uma coisa que me deixa mordido da vida por utilizar o Systemd é o seu comportamento. Recentemente tive péssima experiência com ele.

Arquitetura-do-systemd.

E o Systemd me deixando fulo da vida

Meu assunto sobre o Systemd, tanto no meu canal quando blog, começaram através do vídeo sobre a distribuição Debian. Veja abaixo a parte que menciono sobre o Systemd no vídeo do Debian:

Daí rolou todo aqueles boatos que o Systemd causa ameaça ao software livre e de código aberto. Sendo franco e imparcial sobre o assunto, todos esses assuntos não passam de especulação. Muitos nem mesmo sabiam que o Systemd já estava presente no Debian 7.
 Esse assunto virou especulação tão grande que vi em fóruns internacionais o pessoal afirmando que o Systemd se trata de uma armadilha da Microsoft para acabar com o Software livre.... (ri muito)

 Foi onde fiz o vídeo "O caso Systemd":


Resolvi fazer questão de utilizar o Debian para verificar o que o Systemd tem a oferecer. Na questão de boot mais rápido como proposto... sim, ele oferece um boot mais rápido. Pude notar isso do Debian 7 para o 8, mas agora vou expor a minha raiva sobre o Systemd.

Gostei dele, está funcionando bem (também, depois de anos de desenvolvimento, se não funcionasse bem, se joga da ponte), só que como qualquer outra daemon init faz... nada de inovador ao meu ver (ao menos, não ainda).

Pergunta feito a Linus sobre o Systemd, podemos ler o seguinte:
init system
Por lorinc
 Não havia um kernel unix-like decente, você escreveu um que se tornou finalmente o mais utilizado. Não havia um software de controle de versão decente, você escreveu um que se tornou finalmente o mais amado. Você acha que já temos uma init system decente, ou você tem plano de escrever uma que vai finalmente se estabelecer no mundo nesse tópico quente?
Linus: Você pode dizer que a palavra "systemd", não é uma palavra de quatro letras. Sete letras. Conte-as.
 Tenho que dizer, eu realmente não tenho ódio pelo systemd. Acho que ele melhora bastante no estado sobre init, e não, eu não me vejo aprofundando em toda essa área.
 Sim, ele pode ter uns poucos cantos estranhos aqui e ali, e tenho certeza que você encontrará coisas a desprezar. Isso acontece em todo projeto. Não sou um enorme fan de binary logging, por exemplo. Mas isso é só um exemple. Prefiro muito mais a infraestrutura do systemd para a inicialização de serviços do que a da tradicional init, e acho que é uma decisão de projeto muito maior.
 Sim, Tenho questões de personalidade com alguns dos mantenedores, mas isso é uma questão de como você trata de bug reports e aceita a culpa (ou não) para quando coisas vão erradas. Se as pessoas acham que isso siginificava que eu tenho antipatia ao systemd, terei que lhes desapontá-los, pessoal.

Agora, expondo o lado que o Systemd me deixa irritado, notei que ele apresenta uma falha ao atualizar o sistem. Após atualização utilizando aptitude safe safe-upgrade, algumas vezes o computador não desliga quando ao utilizar um dos comando:
$systemctl poweroff
#halt
#init 0
 Da semana passada pra cá, já foram três vezes que isso aconteceu. Sendo franco, isso é muito irritante; não consigo desligar o computador em algumas ocasiões. Tenho que puxar o cabo, por que na tela consta que o sistema foi desligado, mas está la, o computador ligado.

 O Pulse áudio, ficou muito a dever. Me da um trabalho conseguir uma qualidade razoável no áudio para os vídeos (o ALSA fazia isso melhor). Questão do boot rápido, ao meu ver foi simplesmente reinventar a roda, pois o OpenRC já fazia isso a bem mais tempo (e oferece boot bem mais rápido). Não sei por que não analisaram o OpenRC melhor antes de desenvolver o Systemd, talvez alguma questão na clausula 2 da licença BSD que poderia atrapalhar.

 Bom, mas enfim, esse artigo foi um feedback a quem quiser saber mais sobre o Systemd. Ele é uma realidade (aceitemos ou não). Não deixem de ler o artigo sobre o introdução ao Systemd que eu traduzi direto da Linux Foundation.

Marcadores

A pior história sobre Linux que já ouvi (5) A.I (1) ambiente gráfico (19) AMD (14) analise (9) Andriod (14) android (5) artigo (5) aws (1) bc (16) benchmark (3) BSDs (27) btrfs (30) bugs (1) Caixa de Ferramentas do UNIX (19) canto do Diego Lins (2) certificações Linux (7) Código Fonte (53) comandos (24) comp (1) compressores (5) container (6) CPU (19) criptografia (4) crowdfunding (9) cursos (24) daemons (13) Debian (31) desenvolvimento (80) desktop (19) DevOps (3) DevSecOps (3) dic (1) Dica de leitura (86) dica DLins (2) dicas do Flávio (27) Dicas TechWarn (1) diet libc (1) diocast (1) dioliunx (3) distribuições Linux (13) Docker (11) DragonflyBSD (20) ead Diolinux (2) edição de vídeo (5) EMMI Linux (4) emuladores (5) endless (5) English interview (3) Enless OS (2) entrevista (17) espaço aberto (82) evento (6) facebook (1) Fedora (10) filesystem (75) financiamento coletivo (2) fork (4) fox n forests (4) FreeBSD (20) Funtoo Linux (13) games (90) gerenciadores de pacotes (3) GOG (3) google (8) gpu (3) hardware (101) hash (1) helenos (3) I.A (1) init system (8) Intel (15) IoT (1) ispconfig (1) jogos (36) kde (1) kernel (134) lançamento (60) leis (1) LFCS (1) licenças (8) Linus (16) linus torvalds (2) Linux (194) linux foundation (3) linux para leigos (1) live (5) LPI (8) LTS (1) machine learning (1) matemática (4) mesa redonda (27) microsoft (6) microst (1) muito além do GNU (146) não viva de boatos (9) navegadores (3) NetBSD (7) novatec (17) novidades (1) nuvem (1) o meu ambiente de trabalho (3) off-topic (12) open source (82) OpenBSD (5) OpenShift (1) os vários sabores de Linux (39) padrim (2) palestras e eventos (5) partições (6) pentest (8) pipewire (1) processadores (27) professor Augusto Manzano (11) Programação (60) promoção (1) propagandas com Linux (8) Red Hat (21) redes (3) resenha nerd (4) Resumo da Semana do Dlins (2) resumo do Tux (19) retrospectiva Linux (1) risc-V (1) runlevel (2) segurança digital (19) servidores (1) shell (3) sistema operacional (22) smartphones (3) Software livre e de código aberto (150) sorteio (3) Steam (9) Steam no Linux (7) supercomputadores (4) suse (7) systemd (7) terminal (83) terminal de comandos (11) toca do tux (1) toybox (23) tutorial (6) Tux (3) unboxing (7) UNIX (16) UNIX Toolbox (14) vartroy (1) vga (1) vulnerabilidade (4) wayland (5) whatsapp (1) Windows Subsystem for Linux (2) wine (14) WoT (1) ZFS (13) zsh (2)