Mostrando postagens com marcador games. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador games. Mostrar todas as postagens

Microsoft porta DirectX para Linux

Microsoft para Linux

Microsoft porta DirectX para Linux

 Hoje o site MSPower anunciou que que a Microsoft portou o Directx Para Linux (novamente). o DirectX foi disponibilizado como driver no site kernel.org sendo movido para a área do Hyper-V tendo total suporte a virtualização de aceleradores gráficos.

DirectX for Linux

DirectX for Linux

 Há também total suporte a APIs OpenCL, OpenVINO e OneAPI em GPUs Intel GPU para permitir que desenvolvedores escrevam seus códigos que funcionam bem tanto no Linux quanto no Windows.

 De acordo com o site, o driver foi reescrito do zero e organizado em camadas lógicas para que os revisores open source entendam melhor como o driver é construído.
"Muitos esforços foram feitos para abordar o feedback da comunidade neste conjunto revisado de patches e esperamos que isso esteja se aproximando do que a comunidade
gostaria de ver.
Entre o projeto de tempo de execução de computação da Intel e o libdxg, agora temos uma implementação totalmente de código aberto de nossa pilha de computação virtualizada dentro do WSL. Continuaremos a oferecer suporte tanto à API de espaço do usuário de código aberto em nossa abstração de computação quanto à de código fechado (CUDA, DX12), deixando para os proprietários e parceiros da API decidir o que faz mais sentido para eles."
 Será que veremos a Microsoft adotando Linux no lugar do Windows? Pode ser que veremos, Eu já levantei essa bola uma vez onde apresentei fatos históricos de isso já ter ocorrido. Pode ser que veremos uma distribuição Linux com a GUI e ferramentas do Windows assim como ocorreu com  MacOSX (o NetWare pode entrar dentro desta lista também). Mas e vocês? O que acham?

Android: A maior plataforma de jogos da atualidade.

Android: A maior plataforma de jogos da atualidade.
Android: A maior plataforma de jogos da atualidade.

 Parece exagero afirmar tal coisa, mas o Android é a maior plataforma de jogos da atualidade (tente não confundir maior com melhor). site Washington Post publicou a matéria "Esqueça a próxima geração de consoles. A maior plataforma de jogos já está em seu bolso.". Essa plataforma a qual a qual nos referimos é exatamente o Android.

 Logicamente nessa lista também entra o iOS que ambos em 2020 geraram uma receita de US$80 bilhões enquanto os PCs geraram US$37bi e os consoles (Nintendo Switch, PlayStation e Xbox) geraram US$45bi (juntos, PCs e consoles geraram apensa US$2bi a mais que os smartphones). Em 2021, a receita gerada pelos dispositivos móveis (spartphones e tablets) ultrapassam a margem de US$90bi enquanto PCs e consoles juntos permanecem na mesma marca. Houve uma oscilação no mercado devido a vários fatores, mas o mercado conseguiu se manter porém, analisando essas informações em percentual, de acordo com o site newzoo.com, os dispositivos móveis detém 52% do mercado; quase o dobro do mercado dos consoles.

Faturamento de jogos em todas as plataformas
Faturamento de jogos em todas as plataformas

 Algo interessante a frisar é que, tratando-se de tablets, a Apple detem 52% do mercado (Saiba mais porque a Apple migrou de x86 para ARM em seus desktops clicando aqui). Já o Android, como mencionei em Setembro detém 85% dos smartphones (Vale a pena conferir o artigo clicando aqui). Acho um crescimento impressionante pois em 2019, a fatia de mercado do Android era de 36% enquanto o iOS detinha 47%.

Days Gone no Linux

Days Gone no Linux
Days Gone no Linux

    Beleza galera? Ontem o Junior do canal Tuxter Games postou esta gameplay rodando Days Gone no Fedora 34 utilizando o DXVK 1.8.1 - Proton-experimental via LutrisDXVK 1.8.1 - Proton-experimental via Lutris.

    As especificações para que o jogo funcione bem estão no próprio vídeo do canal. Confiram aí:


    Mesmo não sendo mais compatível com o Lutris, foi com a build do proton-experimental que obtive melhor desempenho no game. Pra rodar o game sem crashar tem que desativar o "lutris Runtime" caso não faça o jogo não inicia. Hoje é preciso usar as libs do dxvk git master.

Kernel Linux 5.12 e novidades no Btrfs

Kernel Linux 5.12 e novidades no Btrfs
Kernel Linux 5.12 e novidades no Btrfs

    Não é nada de novidade que o kernel Linux 5.12 foi lançado, mas alguns recursos são tão interessantes que decidi bater um papo explicando o que gostei. Muitos mencionam somente sobre o suporte a joystick Dualsense do PlayStation5, mas o kernel 5.12 traz novidades muito interessantes como o suporte ao Zoned, o suporte a Idmapped mounts e muito mais. Se perdeu a live, confere aí embaixo que está bem interessante.


Core Semiconductor possui sua própria versão o processador do SEGA Saturn para IoT

Core Semiconductor tem como um de seus produtos, o processador J2
Core Semiconductor tem como um de seus produtos, o processador J-core
 Desde mais de 2017 eu venho falando sobre o re-desenvolvimento dos SuperH que é uma família de processadores Risc Hibrido da Hitachi focado em dispositivos embarcados, eletrônicos, foi utilizado na industria automobilística e no SEGA 32x, SEGA Saturn e SEGA Dreamcast. Diferente dos tradicionais processadores RISC (como os ARMs por exemplo) que realizam processamento procedural (um processamento de cada vez), os SuperH realizam processamentos em paralelo (vários processamentos simultaneamente).
Visão geral do J-core
Visão geral do J-core
 No dia 30 de Junho de 1999 Linux recebeu suporte ao SuperH (sete meses após o primeiro local de lançamento do Dreamcast que foi no Japão em Novembro de 1998) e até hoje mantem o seu suporte no kernel Linux. Por isso acho que talvez teria sido interessante se o Dreamcast rodasse Linux e não Windows CE. Mas as coisas não são tão simples o quanto achamos, a parte comercial é bem delicada a ser tratada e deve ser respeitado. Como pode ser lido na revista 101 games #11 dreamcast da warpzone (e que inclusive eu tenho essa edição autografada pelo Ivan :) já havia feito acordo com empresas dividindo  em duas equipes (uma no japão e a segunda nos Estados Unidos) para apresentarem dois projetos diferentes e que, é claro, no final das contas, um seria o novo console da empresa. O que ocorreu é que a 3dfx (uma das empresas que perdeu) processou a SEGA. Imagina a SEGA resolver mudar de Windows CE para Linux depois de tudo pronto e tomar mais um processo, só que desta vez da Microsoft. Melhor não né ;)
Clique aqui para obter a edição numero 11 da revista Warpzone 101 games que é a edição especial do Dreamcast
 Com a crise asiática várias empresas foram afetadas, inclusive a Hitachi. Sem muitos detalhes, mas por conta disso, as patentes dos processadores SuperH não foram renovadas e o resultado disso você confere no vídeo abaixo:

 Uma vez que suas patentes caíram em domínio publico, as empresas podem produzir suas próprias versões de SuperH livremente assim como o RiscV e uma das versão open source do SuperH que ganha destaque no mundo é o J-Core. Eu escrevi um artigo chamado "O que é Disposable Computing?" onde explico alguns dos projetos do J-Core que pretendem trazer (inclusive uma versão x86). Já a Core Semicondutor possui sua própria versão de SH2 chamado J-32 (inclusive o artigo "O que é Disposable Computing?" foi onde pela primeira vez mencionei sobre o J32).

 Honestamente eu fiquei impressionado com as características do J32; pois eu tinha condicionado em mente que sim, seria algo melhor do que o SH2, mas não a ponto de ser melhor que certos ARMs como pode ser conferido na tabela abaixo:
Tabela comparativa entre o ARM Cortex-M1, ARM Cortex-M4 e o J32 Core.
Tabela comparativa entre o ARM Cortex-M1, ARM Cortex-M4 e o J32 Core.
 Enquanto o SH2 possuía clock de 29MHz, o J32 possui clock de 150MHz (cinco vezes mais que o SH2) além de suporte a SMP8kB de cache de instrução mais 8kB cache de dados por CPU, suporte a Boot ROM, SRAM, MMU (não é esperado que o J2 tenha suporte a MMU), DMAC, DDR controller, dual EMAC, GPIO, dual SPI I/F, dual UARTs, dual I²C I/F e JTAG.

 Quando falamos de J-core, vale também mencionar a Turtle board que é um protótipo de placa inspirado na placa do Raspberry Pi e que teria sido apresentado em eventos esse ano no Canada e no Japão se não fosse o caso da pandemia que estamos enfrentando. A Core Semicondutor possui também o seu próprio protótipo chamado Jx IoT (como a placa mãe também é open source, todas as empresas tem permissão de produzir suas próprias versões sem a necessidade de autorização).
Jx IoT
Jx IoT
 Se o J32 chegou a esse ponto, imagina o que podemos esperar do J4 ou do J6 e até do J64. Será que o J32 motivará a galera apaixonada pelo SEGA Saturn a criar uma iniciativa de trazer o console de volta a vida em um novo hardware? Quem sabe? Espero que sim.

VkQuake3 rodando a mais de 100+ FPS no Raspberry_Pi 3B+

VkQuake3 rodando a mais de 100+ FPS no Raspberry_Pi 3B+
VkQuake3 rodando a mais de 100+ FPS no Raspberry_Pi 3B+
 Martin Thomas que é engenheiro de tecnologia da Nvidia postou em seu perfil no Twitter que está rodando VkQuake3 a mais de 100 FPS no Raspberry_Pi 3B+ utilizando um novo driver de baixo nível chamado RPi-VK-Driver. Esse é um trabalho árduo e longo que Martin vem realizando há 2 anos e finalmente o apresentou ao mundo. Confiram só:

O driver está disponível para download clicando aqui e funciona somente na versão 3 (e não na versão 4)
 Jogos em primeira pessoa não é algo que me atrai nem um pouquinho, muito menos jogos como Quake. Mas tratando de progresso em desenvolvimento, achei interessante postar essa noticia. Essa já é a segunda seguida aqui no blog sendo depois de Red Dead Redemptiom 2 rodando melhor no Linux do que no Windows.

 Mais sobre jogos podem ser encontrados aqui no blog clicando em jogos ou em games.
CLIQUE AQUI, VENHA APRENDER LINUX COMIGO E TORNE-SE UM VERDADEIRO PROFISSIONAL.
CLIQUE AQUI, VENHA APRENDER LINUX COMIGO E TORNE-SE UM VERDADEIRO PROFISSIONAL.

Red Dead Redemption 2 rodando melhor no Linux do que no Windows 10

Red Dead Redemption 2 rodando melhor no Linux do que no Windows 10
Red Dead Redemption 2 rodando melhor no Linux do que no Windows 10
 O game Red Dead Redemption 2 está na euforia da galera (ou não, sei lá), mas o que importa aqui é que o site PC Gamer postou no dia 18 de Junho que em um recente benchmar Red Dead Redemption 2 está rodando melhor no Linux via wine do que no próprio Windows 10. O benchmark foi realizado FlightlessMango que postou em seu site todos os resultados junto com a versão do Proton que utilizou e que pode ser baixado clicando aqui.


 Uma observação que fazem é que esse é um caso a exceção pois na maioria das vezes (como eu mesmo já venho falando em vários vídeos) e como apresentaram artigos do Phoronix, na parte de jogos Windows ainda se mantem com o cinturão de ouro. A coisa começou a ficar mais balanceada entre os dois sistemas operacionais em notebooks com processadores Ryzen. Todos os benhmarks foram realizados especificamente com a distribuição Ubuntu; imagina se tivesse sido feito com o Clear Linux como mostrei há pouco:


 Em 2019, a Forbes também publicouu alguns benchmarks de jogos entre Windows e a distribuição PopOS (testes também realizados via Proton no Linux, claro) e a competição também ficou bem balanceada entre os dois sistemas operacionais.
Benchmarks publicado pela Forbes.
Benchmarks publicado pela Forbes.
 Parece que as coisas estão mudando, pudemos ver que mesmo jogos que não são nativos para Linux estão apresentando desempenho muito bom ao ponto de despertar a curiosidade da galera em conhecer o sistema operacional que muitos temem.
Quer saber mais sobre o Wine? Tem artigos bem interessantes aqui no blog :)

Atari adquire empresa Wonder

Atari adquire empresa Wonder
Atari adquire empresa Wonder
 Atari anunciou que adquiriu Wonder, empresa focada plataforma de jogos móveis e criadora do WonderOS, seu sistema operacional baseado no Android focado desde de jogos retro à jogos na nuvem. A Wonder possui parceria com várias empresas como a Sega, Nintendo, Sony, Microsoft, Google, Amazon, Disney e muitas (o que permite que os jogos estejam disponíveis para o WonderOS)  outras além de possuir seus próprios acessórios como o joystick Wonder Gamepad e o Wonder Dock (ainda estão previsto para lançamento).
Wonder Dock
Wonder Dock
 A ideia é integrar a Wonder e o WonderOS à futuras edições do Atari CVS dando maior variedade de jogos ao seu público. A Atari, assim como a Google, está tendo ideias desafiadoras e sua escolha para Linux pela segunda vez, quebra ainda mais paradigmas. Vamos ver o que acontece no futuro.


NÃO SE ESQUEÇA DE SE INSCREVER NO MEU CURSO DE MIGRAÇÃO PARA LINUX.
NÃO SE ESQUEÇA DE SE INSCREVER NO MEU CURSO DE MIGRAÇÃO PARA LINUX. 

Melhorias no RPCS3

Melhorias gráfica no RPCS3
Melhorias no RPCS3

RPCS3 é um emulador de PlayStation 3 open-source e multiplataforma disponível para Windows, Linux and BSD. Nessa nova versão agora permite trabalhar com escala de imagem, correção quando utilizam SPU LLVM ou Interpreter Decoders que causava erro nos pixels e que afetavam jogos como God of War III, Sly 4, MotorStorm Apocalypse, House of the Dead: Overkill e muitos outros.

 Há também uma pequena configuração a ser feita no Windows e no Linux para trabalhar com melhor  escala nas resoluções e que podem ser conferidas na descrição do vídeo.



NÃO SE ESQUEÇA DE SE INSCREVER NO MEU CURSO DE MIGRAÇÃO PARA LINUX.
NÃO SE ESQUEÇA DE SE INSCREVER NO MEU CURSO DE MIGRAÇÃO PARA LINUX.

Emulador redream agora disponível para Raspberry Pi 4

Emulador redream agora disponível para Raspberry Pi 4
Emulador redream agora disponível para Raspberry Pi 4
Redream é um trabalho em progresso do emulador do Dreamcast (que como todos sabem, é o console que se tornou a minha paixão) que permite jogar seus jogos favoritos do console em alta definição tanto no Windows, Mac OS X e Linux.

 Essa minha paixão voltou a todo vapor quando passei a estudar sobre o processador J-Core (especificamente o J2 - j4 trata-se do mesmo processador do Dreamcast que está sendo produzindo novamente e que será utilizado em vários ambientes).

 Agora o Redream está disponível também para o Raspberry Pi 4. O que é uma maravilha já que o Raspberry Pi é fortemente vendido em videogames retrô. Confiram o resultado do desempenho do Redream do Raspberry Pi 4:

NÃO SE ESQUEÇA DE SE INSCREVER NO MEU CURSO DE MIGRAÇÃO PARA LINUX.
NÃO ESQUEÇA DE CONFERIR MEU CURSO DE MIGRAÇÃO PARA LINUX E TORNE-SE UM VERDADEIRO PROFISSIONAL EM LINUX

Melhorias gráfica no RPCS3

Melhorias gráfica no RPCS3
Melhorias gráfica no RPCS3
 RPCS3 é um emulador open source do PlayStation 3 disponível para Windows, Linux e BSD. O desenvolvedor disponibilizou uma nova versão com melhorias em alguns jogos (como sempre faz a cada melhoria que faz em seu emulador). Então, com essa noticia, eu resolvi escrever esse artigo para que possam conferir o vídeo e baixar o emulador (e bora para o arrebento na diversão).

XanMod Kernel agora abrangendo novos ramos

Logo do dragão do XanMod Kernel
XanMod Kernel agora abrangendo novos ramos
 XanMod kernel, segundo o autor do projeto, trata-se de um kernel de tempo real que é mais eficiente na redução dos tempos de resposta pois a redução, ou até a eliminação das latências, abrangerá em todas as camadas do sistema resultando em maior estabilidade e precisão de frame rate e comandos ao jogo assim, oferecendo para o usuário, uma experiência de “maior conexão de pessoa com hardware”.
“Quero oferecer um Linux mais robusto e poderoso para aplicações de jogos e produção. O objetivo é simples, atrair um maior público gamer para o ambiente Linux.”

 Os recentes lançamentos de placas de vídeo da AMD e Nvidia trazem agora em seus drivers para Windows um novo recurso de redução do tempo de resposta (Input-Lag) que seria o atraso que existe entre uma ação realizada em um dispositivo de entrada como o mouse ou teclado e a exibição da ação na tela do computador. Porém essa hack, para reduzir à latência via driver, abrange apenas uma ou mais camadas especificas de execução do kernel do Windows.

 O projeto XanMod agora possui um novo segmento do kernel Linux, uma versão real-time (RT), focado para o público mais profissional e entusiastas que precisem executar aplicações de tempo crítico em desktops como produção ao vivo, streaming, e principalmente jogos de eSports.
Baixe o XanMod kernel
 O novo kernel possui as mesmas características do segmento LTS, mas agora com adição dos patches PREEMPT_RT para preempção básica em tempo real para desktops.

Criando seus Próprios Jogos com TIC-80 e Lua! - Parte 5

Criando seus Próprios Jogos com TIC-80 e Lua! - Parte 2

 Este é o nosso novo protesto! A partir de hoje, não vamos mais ter quadrados! Nosso herói vai ter uma aparência super legal! Vamos aprender a desenha-lo no jogo!

ABAIXO COM OS QUADRADOS! CHEGA DE QUADRADOS! 
ABAIXO COM OS QUADRADOS! CHEGA DE QUADRADOS!

Criando seus Próprios Jogos com TIC-80 e Lua! - Parte 2

Criando seus Próprios Jogos com TIC-80 e Lua! - Parte 2
Criando seus Próprios Jogos com TIC-80 e Lua! - Parte 2
 Postamos recentemente a primeira aula sobre Criação de jogos com o Tic-80 e Lua que está sendo ministrada pelo Gustavo do canal GliderSpace.

 Nesta segunda aula, o Gustavo ensina como começar a desenhar na tela, como funcionam as coordenadas da tela, o que são funções e um monte de outras coisas legais! 

Marcadores

A pior história sobre Linux que já ouvi (5) A.I (1) ambiente gráfico (19) AMD (14) analise (9) Andriod (14) android (5) artigo (5) aws (1) bc (15) benchmark (3) BSDs (27) btrfs (30) bugs (1) Caixa de Ferramentas do UNIX (19) canto do Diego Lins (2) certificações Linux (7) Código Fonte (53) comandos (24) comp (1) compressores (5) container (6) CPU (19) criptografia (4) crowdfunding (9) cursos (24) daemons (13) Debian (31) desenvolvimento (80) desktop (19) DevOps (3) DevSecOps (3) dic (1) Dica de leitura (86) dica DLins (2) dicas do Flávio (27) Dicas TechWarn (1) diet libc (1) diocast (1) dioliunx (3) distribuições Linux (13) Docker (11) DragonflyBSD (20) ead Diolinux (2) edição de vídeo (5) EMMI Linux (4) emuladores (5) endless (5) English interview (3) Enless OS (2) entrevista (17) espaço aberto (82) evento (6) facebook (1) Fedora (10) filesystem (75) financiamento coletivo (2) fork (4) fox n forests (4) FreeBSD (20) Funtoo Linux (13) games (90) gerenciadores de pacotes (3) GOG (3) google (8) gpu (3) hardware (101) hash (1) helenos (3) I.A (1) init system (8) Intel (15) IoT (1) ispconfig (1) jogos (36) kde (1) kernel (134) lançamento (60) leis (1) LFCS (1) licenças (8) Linus (16) linus torvalds (2) Linux (194) linux foundation (3) linux para leigos (1) live (5) LPI (8) LTS (1) machine learning (1) matemática (4) mesa redonda (27) microsoft (6) microst (1) muito além do GNU (146) não viva de boatos (9) navegadores (3) NetBSD (7) novatec (17) novidades (1) nuvem (1) o meu ambiente de trabalho (3) off-topic (12) open source (82) OpenBSD (5) OpenShift (1) os vários sabores de Linux (39) padrim (2) palestras e eventos (5) partições (6) pentest (8) pipewire (1) processadores (27) professor Augusto Manzano (11) Programação (60) promoção (1) propagandas com Linux (8) Red Hat (21) redes (3) resenha nerd (4) Resumo da Semana do Dlins (2) resumo do Tux (19) retrospectiva Linux (1) risc-V (1) runlevel (2) segurança digital (19) servidores (1) shell (3) sistema operacional (22) smartphones (3) Software livre e de código aberto (150) sorteio (3) Steam (9) Steam no Linux (7) supercomputadores (4) suse (7) systemd (7) terminal (83) terminal de comandos (11) toca do tux (1) toybox (23) tutorial (6) Tux (3) unboxing (7) UNIX (16) UNIX Toolbox (14) vartroy (1) vga (1) vulnerabilidade (4) wayland (5) whatsapp (1) Windows Subsystem for Linux (2) wine (14) WoT (1) ZFS (13) zsh (2)