Dando uma olhada no toybox

Dando uma olhada no toybox
Dando uma olhada no toybox
Busybox na verdade é um conjunto de quatro shells, há pouco código próprio no Busybox mas é um trabalho interessante (não precisaram reinventar a roda sem haver necessidade). O maior trabalho feito e próprio do Busybox é a correção de código. A primeira vez que mencionei sobre o Busybox no meu canal foi quando saiu a noticia de que removeram o suporte ao systemd. Agora vamos dar uma olhada no terminal de comandos toybox, um terminal de comando tudo em um assim como o Busybox; porém menor, mais fácil de manter e que já substituiu o Busybox no Android:


É possível baixar a versão binária do toybox para arquiteturas diferentes clicando aqui caso não queira baixar o código fonte para compilá-lo. Mais uma coisa interessante é que é possível escolher qual biblioteca será utilizada como padrão no momento da compilação como musl (fortemente sendo adotada como padrão pelo toybox), UclibC, GlibC e a Bionic do Android (ou seja, um terminal multi-biblioteca C) como pode ser lido em seu git:

toybox tem sido testado com a musl, uClibc, glibc, e a bionic.
Informações em seu git sobre o uso de bibliotecas com o toybox

De acordo com a comunidade toybox, está previsto um novo lançamento para meados ou final deste mês. De acordo com Rob Landley, ainda é necessário um fix para o comando ps -T, . Mais uma coisa que a equipe do toybox trabalha para um futuro lançamento é em um executável ./configure.

Resolvi fazer o mesmo procedimento com o Busybox comparado seu tamanho final após compilá-lo. Comparei o tamanho final do Busybox, das duas versões do toybox, do Bash e do Zsh e uma coisa que notei é que o Zsh, apesar de oferecer maior segurança, maior estabilidade e muito mais recursos do que o Bash é menor até mesmo que o Busybox como pode ser conferido na lista abaixo:

bash-zsh-busybox-e-toybox
Diferença de tamanho entre terminais (reparem que o zsh é menor até mesmo que o Busybox, que é menor que o Bash e ainda assim oferece mais poder e maior segurança que o próprio Bash.

Sou analista (bilíngue) de microinformática, professor de inglês, tradutor e interprete.

 Sou também redator no blog Diolinux e um dos tradutores da distribuição Funtoo. Já fiz parte da distribuição IPFire por um tempo também, uma distribuição que gosto muito na parte de administrar o servidor por uma interface web.
 Possuo um manual chamado Caixa de Ferramentas do UNIX traduzido por mim e revisado por mais amigos que abrange tanto Linux (dentre algumas distribuições) quanto Solaris, BSDs, Mac OS X e em alguns momentos o Windows (devido a integração cliente servidor).
 Recentemente estou trabalhando em um manual de migração para Linux.

Compartilhe isso

Leia outros posts

Próximo post
« Próximo post
Post Anterior
Próximo Post »

Compre na imago brinquedos

Compre na imago brinquedos
Utilize o cupom de desconto TOCADOTUX e ecnomize 5% na sua compra