Agora é possível rodar Linux no Apple M1

Agora é possível rodar Linux no Apple M1

  Desde antes do lançamento dos novos computadores da Apple com processadores ARM, a expectativa da galera poder rodar Linux já era muito grande desde que Linux já possui suporte a arquitetura ARM. Eu me lembro de ter lido que a Apple trabalharia para que não fosse possível utilizar outro sistema operacional em seus novos chips porém saiu a noticia no site TechRadar que sim, agora é possível rodar Linux em chips Apple M1 utilizando o QEMU.

 O desenvolvedor da Amazon Alexander Graf trabalhou em patches para adaptar o Qemu e assim ser possível rodar tando Windows quando Linux no Apple M1. No momento seus patches estão na versão 2 (que como principal característica está consumir menos CPU), foram enviados para a aprovação e podem ser conferidos clicando aqui.


 Joe Masters da Red Hat postou uma imagem instalando o Fedora 33 no M1 MacBook Air agradeceu a Alexander Graf pelos Patches.

Fedora 33 sendo instalado no M1 MacBook Air

 Ainda não é uma das melhores opções e como dito pelo próprio Joe é de longe a melhor experiencia e ainda precisa de muito polimento. Ainda não é considerado necessariamente rodar Linux ou Windows nos Apple M1, mas como foi até mencionado, isso facilitará o trabalho dos desenvolvedores em várias partes. Tanto é que já estão utilizando seus patches para isso e pode ser conferido o novo projeto clicando aqui.

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Marcadores

A pior história sobre Linux que já ouvi (5) A.I (1) ambiente gráfico (15) AMD (13) analise (9) Andriod (8) artigo (5) benchmark (3) BSDs (20) btrfs (12) Caixa de Ferramentas do UNIX (19) canto do Diego Lins (2) certificações Linux (6) Código Fonte (50) comandos (17) comp (1) compressores (4) container (1) CPU (17) criptografia (2) crowdfunding (9) cursos (21) daemons (13) Debian (29) desenvolvimento (54) desktop (16) DevOps (1) DevSecOps (1) dic (1) Dica de leitura (49) dica DLins (2) dicas do Flávio (27) Dicas TechWarn (1) diocast (1) dioliunx (3) distribuições Linux (13) Docker (7) DragonflyBSD (15) ead Diolinux (2) edição de vídeo (4) EMMI Linux (4) emuladores (5) endless (5) English interview (2) Enless OS (2) entrevista (16) espaço aberto (83) evento (4) facebook (1) Fedora (4) filesystem (59) financiamento coletivo (2) fork (3) fox n forests (4) FreeBSD (12) Funtoo Linux (13) games (87) gerenciadores de pacotes (2) GOG (3) google (8) gpu (2) hardware (97) I.A (1) init system (7) Intel (14) IoT (1) ispconfig (1) jogos (33) kernel (114) lançamento (43) leis (1) LFCS (1) licenças (7) Linus (15) linus torvalds (1) Linux (188) linux foundation (3) linux para leigos (1) live (4) LPI (8) LTS (1) machine learning (1) meetup (1) mesa redonda (27) microsoft (3) microst (1) muito além do GNU (119) não viva de boatos (9) navegadores (3) NetBSD (3) novatec (17) o meu ambiente de trabalho (3) off-topic (12) open source (78) OpenBSD (3) OpenShift (1) os vários sabores de Linux (37) padrim (2) palestras e eventos (3) partições (6) pentest (6) processadores (25) professor Augusto Manzano (11) Programação (40) propagandas com Linux (8) Red Hat (13) redes (2) resenha nerd (4) Resumo da Semana do Dlins (2) resumo do Tux (19) retrospectiva Linux (1) risc-V (1) runlevel (2) Secomp (1) segurança digital (14) servidores (1) shell (1) sistema operacional (18) Software livre e de código aberto (147) sorteio (3) Steam (8) Steam no Linux (6) supercomputadores (3) suse (3) systemd (7) terminal (73) toca do tux (1) toybox (15) tutorial (6) Tux (3) unboxing (7) UNIX (15) UNIX Toolbox (14) vartroy (1) vga (1) vulnerabilidade (3) wayland (2) whatsapp (1) Windows Subsystem for Linux (1) wine (12) WoT (1) ZFS (9)