Puppy quirky passará a utilizar toybox, musl e clang

Puppy quirky passará a utilizar toybox, musl e clang
Puppy quirky passará a utilizar toybox, musl e clang
 Puppy Quirky Linux é uma distribuição experimental criada por Barry Kauler em 2013 depois de se aposentar da liderança do projeto Puppy Linux. Sim, o Quirky é desenvolvido pelo fundador do Puppy Linux com a intenção de poder explorar o sistema mais a fundo com novas ideias podendo ser mais ousado nos desafios. Porém em Dezembro de 2018 o Quirky Linux foi descontinuado para dar lugar a sua nova distribuição experimental chamada EasyOS.
curso-linux-da-migração-a-administração-do-sistema-operacional
CLIQUE AQUI, VENHA APRENDER LINUX COMIGO E TORNE-SE UM VERDADEIRO PROFISSIONAL.
 No inicio de Outubro, anunciaram que irão iniciar sua próxima build T2 para o Puppy quirky e que planejam utilizar musl/clang e substituir o busybox totalmente pelo toybox. O maior problema no momento é que ainda não é possível utilizar o toybox como principal terminal padrão (nem mesmo no Hermetic Linux, ou mkroot que é a distribuição de teste de implementação do toybox) devido ainda ter certa dependência completa do toybox pendente. No caso do mkroot, o que ainda é feito no mkroot é trabalhar em dois  passos.

  1. Utilizar o Busybox como terminal de comandos padrão 
  2. Substituir os comandos pelos existentes no toybox.
 Por hora é o que pretendem fazer no build T2 do Puppy Quirky até que esse objetivo seja alcançado. Espero que tal dependência venha logo o que não falta muito para isso :)

Mais sobre o toybox
Mais sobre a musl
Mais sobre o llvm

NÃO SE ESQUEÇA DE SE INSCREVER NO MEU CURSO DE MIGRAÇÃO PARA LINUX. 

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Marcadores

A pior história sobre Linux que já ouvi (5) A.I (1) ambiente gráfico (15) AMD (13) analise (9) Andriod (8) artigo (5) benchmark (3) BSDs (19) btrfs (10) Caixa de Ferramentas do UNIX (19) canto do Diego Lins (2) certificações Linux (6) Código Fonte (50) comandos (16) comp (1) compressores (4) container (1) CPU (15) criptografia (2) crowdfunding (9) cursos (19) daemons (13) Debian (29) desenvolvimento (53) desktop (16) DevOps (1) DevSecOps (1) dic (1) Dica de leitura (49) dica DLins (2) dicas do Flávio (27) diocast (1) dioliunx (3) distribuições Linux (12) Docker (7) DragonflyBSD (13) ead Diolinux (2) edição de vídeo (4) EMMI Linux (4) emuladores (5) endless (5) English interview (2) Enless OS (2) entrevista (16) espaço aberto (83) evento (4) facebook (1) Fedora (4) filesystem (56) financiamento coletivo (2) fork (3) fox n forests (4) FreeBSD (11) Funtoo Linux (13) games (87) gerenciadores de pacotes (2) GOG (3) google (8) gpu (2) hardware (96) I.A (1) init system (7) Intel (14) IoT (1) ispconfig (1) jogos (33) kernel (114) lançamento (39) leis (1) LFCS (1) licenças (7) Linus (15) linus torvalds (1) Linux (188) linux foundation (3) linux para leigos (1) live (4) LPI (8) LTS (1) machine learning (1) meetup (1) mesa redonda (27) microsoft (3) microst (1) muito além do GNU (115) não viva de boatos (9) navegadores (2) NetBSD (3) novatec (17) o meu ambiente de trabalho (3) off-topic (12) open source (78) OpenBSD (3) OpenShift (1) os vários sabores de Linux (36) padrim (2) palestras e eventos (3) partições (6) pentest (6) processadores (23) professor Augusto Manzano (11) Programação (40) propagandas com Linux (8) Red Hat (13) redes (2) resenha nerd (4) Resumo da Semana do Dlins (2) resumo do Tux (19) retrospectiva Linux (1) runlevel (2) Secomp (1) segurança digital (13) servidores (1) shell (1) sistema operacional (18) Software livre e de código aberto (147) sorteio (3) Steam (8) Steam no Linux (6) supercomputadores (3) suse (3) systemd (7) terminal (73) toca do tux (1) toybox (14) tutorial (5) Tux (3) unboxing (7) UNIX (15) UNIX Toolbox (14) vartroy (1) vga (1) vulnerabilidade (3) wayland (2) whatsapp (1) Windows Subsystem for Linux (1) wine (12) WoT (1) ZFS (7)