Testamos a nova versão do toybox e veja o que descobrimos.

bug-no-toybox-tar
Bug no comando toybox tar
 Pouco mais de três meses e meio depois do lançamento da versão 0.8.0, é lançada a nova versão. toybox é terminal de comandos desenvolvido exclusivamente para Linux combinando muitos comandos comuns no Linux em um único binário assim como o Busybox; porém possuindo código mais limpo, mais simples, mais claro e mais fácil de manter. Com o tempo a comunidade. Com o tempo, a comunidade FreeBSD decidiu portá-lo; o que acabou dando origem a versão para MacOS X também. Está sob licença cláusula zero da BSD (0-BSD) e é compatível com a POSIX-2008 e o padrão LSB4.1.
curso-linux-da-migração-a-administração-do-sistema-operacional
CLIQUE AQUI, VENHA APRENDER LINUX COMIGO E TORNE-SE UM VERDADEIRO PROFISSIONAL.
 Quando lancei o primeiro vídeo no canal, o toybox era adotado no Adnroid 7 e no Tizen. Desde então os comandos do toybox vem ganhando mais espaço no POSIX-2008/SUSv4, no Linux Standard Base, no buildroot, na klibc (que já teve vídeo no canal), no Nash do Fedora, no Beatiebox do FreeBSD, no BsdBox, e vários outros projetos que podem ser conferidos o Use Case do toybox (clicando aqui).

 O que eu percebo é que o toybox acabará substituindo o Busybox assim como o Linux substituiu o Minix e o Neo Vim anda substituindo o Vim; isso acaba sendo uma lei natural. Mas encontrei um pequeno bug nele e quis compartilhar essa com vocês:

 Ok, reportado o bug a comunidade, agora é esperar pois eles andam bem ocupada com outros trabalhos (talvez mais importantes) no projeto como várias correções na versão do MacOS, na parte de uso de CPU do comando top, e remoção de getprop, setprop, start e stop do toybox, melhorando os nomes dos sinais do comando kill, na parte de variáveis e mais outras partes (aqui dei mais um trabalho para eles; ou talvez adiantei o trabalho deles).




Comente com o Facebook:

Deixe seu Comentário

Marcadores

A pior história sobre Linux que já ouvi (3) ambiente gráfico (11) AMD (13) analise (8) Andriod (6) artigo (5) benchmark (1) BSDs (12) btrfs (6) Caixa de Ferramentas do UNIX (21) canto do Diego Lins (2) certificações Linux (7) Código Fonte (53) comandos (13) comp (1) compressores (5) container (1) CPU (12) criptografia (1) crowdfunding (9) cursos (18) daemons (13) Debian (30) desenvolvimento (44) desktop (13) DevOps (1) DevSecOps (1) dic (1) Dica de leitura (44) dica DLins (2) dicas do Flávio (27) diocast (1) dioliunx (3) distribuições Linux (11) Docker (15) DragonflyBSD (5) ead Diolinux (2) edição de vídeo (4) EMMI Linux (4) emuladores (2) endless (5) English interview (2) Enless OS (2) entrevista (16) espaço aberto (87) evento (3) facebook (1) filesystem (47) financiamento coletivo (2) fork (2) fox n forests (4) FreeBSD (8) Funtoo Linux (13) games (84) GOG (3) google (8) gpu (1) hardware (92) init system (6) Intel (14) IoT (1) ispconfig (1) jogos (27) kernel (110) lançamento (22) leis (1) LFCS (1) licenças (6) Linus (14) Linux (193) linux foundation (3) linux para leigos (1) live (4) LPI (10) LTS (1) mesa redonda (28) microst (1) muito além do GNU (93) não viva de boatos (9) navegadores (2) NetBSD (2) novatec (16) o meu ambiente de trabalho (3) off-topic (14) open source (76) OpenBSD (2) OpenShift (1) os vários sabores de Linux (29) padrim (2) palestras e eventos (2) partições (6) pentest (6) processadores (19) professor Augusto Manzano (9) Programação (30) propagandas com Linux (8) Red Hat (10) redes (2) resenha nerd (4) Resumo da Semana do Dlins (2) resumo do Tux (23) retrospectiva Linux (1) runlevel (2) segurança digital (12) servidores (1) sistema operacional (10) Software livre e de código aberto (149) sorteio (3) Steam (8) Steam no Linux (6) supercomputadores (1) suse (3) systemd (7) terminal (68) toca do tux (1) toybox (10) tutorial (2) Tux (2) unboxing (7) UNIX (16) UNIX Toolbox (15) vartroy (1) vga (1) vulnerabilidade (3) whatsapp (1) Windows Subsystem for Linux (1) wine (11) WoT (1) ZFS (2)