Windows vai morrer?


Com o lançamento do Azure Sphere e a adoção do Linux para seu novo processador que será usado na nuvem da Microsoft conectado ao Azure, eu fiz um vídeo debatendo o assunto e expondo a minha opinião sobre o assunto com base em analise (opinião sem analise não é opinião). Caso você ainda não tenha assistido o vídeo, confiram abaixo:


Não demorou muito para já aparecem os comentários bem interessantes, tanto bons quanto ruins. Muitos comentários foram tão interessantes que me levou a ter a ideia de fazer um vídeo debatendo alguns comentários para serem complementares. Só que não deixei de antes debater os que não gostei (porém, sem mencionar nomes, o que é algo correto a se fazer), como comentários do tipo a "Microsoft abrir o código fonte do windows ao invés de adotar Linux", "a Microsoft não abrir mão dos seus produtos" ou "não abrir o código fonte da interface gráfica" ou até mesmo "Azure Sphere OS não é uma distribuição Linux".

A diagram showing the layers of the Azure Sphere operating system. It includes the following layers. OS Layer 0: Hardware. OS Layer 1: Security monitor. OS Layer 2: Custom Linux kernel. OS Layer 3: On-chip connectivity services. OS Layer 4: App Containers for compute and App Containers for real-time I/O.


E sabe o que é interessante? Eu não disse nada disso. Foi aí que resolvi debater para assim não só deixar mais claro o que foi dito, como também agregar mais conhecimento com especificações técnicas.


E aqui vamos nós agora ler e debater alguns dos bons comentários sobre o Azure Sphere na questão de duvidas que os usuários tiveram (um assunto vai puxando outro ;)

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Marcadores

A pior história sobre Linux que já ouvi (5) A.I (1) ambiente gráfico (15) AMD (13) analise (9) Andriod (8) artigo (5) benchmark (3) BSDs (16) btrfs (10) Caixa de Ferramentas do UNIX (19) canto do Diego Lins (2) certificações Linux (6) Código Fonte (50) comandos (16) comp (1) compressores (4) container (1) CPU (15) criptografia (2) crowdfunding (9) cursos (19) daemons (13) Debian (29) desenvolvimento (53) desktop (16) DevOps (1) DevSecOps (1) dic (1) Dica de leitura (48) dica DLins (2) dicas do Flávio (27) diocast (1) dioliunx (3) distribuições Linux (12) Docker (7) DragonflyBSD (10) ead Diolinux (2) edição de vídeo (4) EMMI Linux (4) emuladores (5) endless (5) English interview (2) Enless OS (2) entrevista (16) espaço aberto (83) evento (4) facebook (1) Fedora (4) filesystem (56) financiamento coletivo (2) fork (3) fox n forests (4) FreeBSD (11) Funtoo Linux (13) games (87) gerenciadores de pacotes (2) GOG (3) google (8) gpu (2) hardware (96) I.A (1) init system (7) Intel (14) IoT (1) ispconfig (1) jogos (33) kernel (114) lançamento (39) leis (1) LFCS (1) licenças (7) Linus (15) linus torvalds (1) Linux (188) linux foundation (3) linux para leigos (1) live (4) LPI (8) LTS (1) machine learning (1) meetup (1) mesa redonda (27) microsoft (3) microst (1) muito além do GNU (115) não viva de boatos (9) navegadores (2) NetBSD (3) novatec (17) o meu ambiente de trabalho (3) off-topic (12) open source (78) OpenBSD (3) OpenShift (1) os vários sabores de Linux (36) padrim (2) palestras e eventos (3) partições (6) pentest (6) processadores (23) professor Augusto Manzano (11) Programação (40) propagandas com Linux (8) Red Hat (13) redes (2) resenha nerd (4) Resumo da Semana do Dlins (2) resumo do Tux (19) retrospectiva Linux (1) runlevel (2) Secomp (1) segurança digital (13) servidores (1) shell (1) sistema operacional (18) Software livre e de código aberto (147) sorteio (3) Steam (8) Steam no Linux (6) supercomputadores (3) suse (3) systemd (7) terminal (73) toca do tux (1) toybox (14) tutorial (5) Tux (3) unboxing (7) UNIX (15) UNIX Toolbox (14) vartroy (1) vga (1) vulnerabilidade (3) wayland (2) whatsapp (1) Windows Subsystem for Linux (1) wine (12) WoT (1) ZFS (7)