Mais dois pacotes que não tem nada de GNU: NetKit e iputils

É comum surgir comandos para Linux a medidas que os recursos aparecem no kernel. Exemplo disso é o Netfilter que é o framework dentro do kernel Linux que utilizamos para filtrar pacotes através do comando iptables (e tem gente que ainda afirma "o firewall GNU/Linux sendo que de GNU aqui não vemos nada).

Com a eterna briga por reclamar direito do nome GNU no Linux por parte da FSF e o fato de Bash acabar vindo como terminal de comandos padrão na maioria das distribuições ao longos dos anos fez com que pessoas acreditassem que tudo é do GNU.

O que deveríamos nos perguntar é por que Linus Torvalds escolheu usar o terminal Bash no Linux sendo que ele já havia escrito um terminal de comandos melhor do que o do Minix. Bastaria ele ter portado para o Linux assim como ele fez com todos outros recursos do seu seu terminal (sim, os recursos criados para o seu emulador de terminal foram todos portados para o Linux, inclusive o seu filesystem). Existem alguns fatores (técnicos, e não ideológicos) para isso:
  1. Seu emulador de terminal era escrito em Assembler; logo, seu emulador só funcionaria na sua máquina e em mais nenhuma outra.
  2. Quem pegasse o Linux, vendo que roda o Bash, acabava dizendo: Linux é realmente um Unix
  3. Para que iriam gastar energia criando um terminal sendo que já poderiam usar um? Eles preferem concentrar essa energia no desenvolvimento do kernel ;)

Esta semana apresentei na terça feira, quatro pacotes de comandos que usamos no terminal e não são do GNU, na quarta apresentei mais um que é Porcps e agora apresentei mais dois que são voltados a redes que são o NetKit e o iputils.

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Marcadores

A pior história sobre Linux que já ouvi (5) A.I (1) ambiente gráfico (14) AMD (13) analise (9) Andriod (8) artigo (5) benchmark (3) BSDs (16) btrfs (10) Caixa de Ferramentas do UNIX (19) canto do Diego Lins (2) certificações Linux (6) Código Fonte (50) comandos (16) comp (1) compressores (4) container (1) CPU (13) criptografia (2) crowdfunding (9) cursos (19) daemons (13) Debian (29) desenvolvimento (53) desktop (15) DevOps (1) DevSecOps (1) dic (1) Dica de leitura (48) dica DLins (2) dicas do Flávio (27) diocast (1) dioliunx (3) distribuições Linux (12) Docker (7) DragonflyBSD (10) ead Diolinux (2) edição de vídeo (4) EMMI Linux (4) emuladores (5) endless (5) English interview (2) Enless OS (2) entrevista (16) espaço aberto (83) evento (3) facebook (1) Fedora (4) filesystem (56) financiamento coletivo (2) fork (3) fox n forests (4) FreeBSD (11) Funtoo Linux (13) games (87) gerenciadores de pacotes (2) GOG (3) google (8) gpu (1) hardware (94) I.A (1) init system (7) Intel (13) IoT (1) ispconfig (1) jogos (33) kernel (113) lançamento (38) leis (1) LFCS (1) licenças (7) Linus (14) Linux (187) linux foundation (3) linux para leigos (1) live (4) LPI (8) LTS (1) machine learning (1) mesa redonda (27) microsoft (1) microst (1) muito além do GNU (113) não viva de boatos (9) navegadores (2) NetBSD (3) novatec (17) o meu ambiente de trabalho (3) off-topic (12) open source (76) OpenBSD (3) OpenShift (1) os vários sabores de Linux (35) padrim (2) palestras e eventos (2) partições (6) pentest (6) processadores (21) professor Augusto Manzano (11) Programação (40) propagandas com Linux (8) Red Hat (13) redes (2) resenha nerd (4) Resumo da Semana do Dlins (2) resumo do Tux (19) retrospectiva Linux (1) runlevel (2) segurança digital (13) servidores (1) shell (1) sistema operacional (17) Software livre e de código aberto (145) sorteio (3) Steam (8) Steam no Linux (6) supercomputadores (3) suse (3) systemd (7) terminal (73) toca do tux (1) toybox (14) tutorial (5) Tux (3) unboxing (7) UNIX (15) UNIX Toolbox (14) vartroy (1) vga (1) vulnerabilidade (3) wayland (1) whatsapp (1) Windows Subsystem for Linux (1) wine (12) WoT (1) ZFS (7)