Processadores da AMD são bons?

A intenção deste artigo e do vídeo neste artigo não é de afirmar que a Intel é pior que a AMD (e vice verça) e sim quebrar esse paradigma (esse mito) que ronda os usuário (e a maioria dos "profissionais de TI") de que a AMD é uma fabricante de processadores extremamente inferiores aos processadores da Intel.

Esse mito vem rendando há muito tempo até mesmo por culpa dos próprios profissionais de TI. Contei no artigo "Intel lança processador Corei9 7908XE com 18 núcleos e 36 Threads" um pouco dos pontos históricos que me fizeram a ver a AMD com outros olhos.

Confiram o vídeo logo abaixo que mostro informações de quais processadores já tive e tenho (para não saírem dizendo que sou fanboy da AMD) e os casos de sucesso da AMD:


Esse é uma propaganda da época de venda de computadores com processadores AMD da época após a finalização do desenho OS sem floresta (over the hedge).


Mostrando mais casos de sucesso da AMD que a da créditos de ser considerada realmente uma boa fabricante de processadores, o processador AMD Ryzen ganhou dois prêmios na associação de hardware europeia deste ano; sendo as categorias melhor CPU e melhor produto. O Core i7 da Intel também ganhou, mas como melhor para overclock e tem muitos outros produtos que também ganharam prêmios e podem ser conferidos.

Premios de hardweare europeu 2017. Melhor CPU: AMD Ryzen 5 1600X
Premios Europeus de hardware de 2017. Melhor CPU: AMD Ryzen 5 1600X

Premios de hardweare europeu 2017. Melhor produto do ano de 2017: AMD Ryzen
Premios Europeus de hardware de 2017. Melhor produto do ano de 2017: AMD Ryzen
Premios Europeus de hardware de 2017. Melhor nova tecnologia: Arquitetura Zen da AMD
Premios Europeus de hardware de 2017. Melhor nova tecnologia: Arquitetura Zen da AMD 

Europian Hardware Awards 20172017-winners-announced/
Quer saber mais casos de sucesso da AMD? Clique aqui !

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Marcadores

A pior história sobre Linux que já ouvi (5) A.I (1) ambiente gráfico (13) AMD (13) analise (8) Andriod (7) artigo (5) benchmark (1) BSDs (13) btrfs (6) Caixa de Ferramentas do UNIX (21) canto do Diego Lins (2) certificações Linux (7) Código Fonte (53) comandos (15) comp (1) compressores (5) container (1) CPU (12) criptografia (1) crowdfunding (9) cursos (18) daemons (13) Debian (30) desenvolvimento (47) desktop (13) DevOps (1) DevSecOps (1) dic (1) Dica de leitura (48) dica DLins (2) dicas do Flávio (27) diocast (1) dioliunx (3) distribuições Linux (11) Docker (15) DragonflyBSD (7) ead Diolinux (2) edição de vídeo (4) EMMI Linux (4) emuladores (3) endless (5) English interview (2) Enless OS (2) entrevista (16) espaço aberto (87) evento (3) facebook (1) filesystem (50) financiamento coletivo (2) fork (2) fox n forests (4) FreeBSD (9) Funtoo Linux (13) games (85) GOG (3) google (8) gpu (1) hardware (93) I.A (1) init system (6) Intel (14) IoT (1) ispconfig (1) jogos (28) kernel (111) lançamento (29) leis (1) LFCS (1) licenças (7) Linus (14) Linux (194) linux foundation (3) linux para leigos (1) live (4) LPI (10) LTS (1) machine learning (1) mesa redonda (28) microst (1) muito além do GNU (100) não viva de boatos (10) navegadores (2) NetBSD (3) novatec (17) o meu ambiente de trabalho (3) off-topic (14) open source (76) OpenBSD (3) OpenShift (1) os vários sabores de Linux (32) padrim (2) palestras e eventos (2) partições (6) pentest (6) processadores (20) professor Augusto Manzano (11) Programação (34) propagandas com Linux (8) Red Hat (10) redes (2) resenha nerd (4) Resumo da Semana do Dlins (2) resumo do Tux (23) retrospectiva Linux (1) runlevel (2) segurança digital (12) servidores (1) sistema operacional (12) Software livre e de código aberto (150) sorteio (3) Steam (8) Steam no Linux (6) supercomputadores (2) suse (3) systemd (7) terminal (70) toca do tux (1) toybox (12) tutorial (2) Tux (2) unboxing (7) UNIX (16) UNIX Toolbox (15) vartroy (1) vga (1) vulnerabilidade (3) wayland (1) whatsapp (1) Windows Subsystem for Linux (1) wine (11) WoT (1) ZFS (3)