Intel lança processador Core i9-7980XE com 18-core e até 36 threads


core-9-7980xe-com-18-nucleos-e-ate-36-threads
Core i9-7980XE com 18 núcleos e (até) 36 threads
Depois que foi lançado o processador Ryzen™ ThreadRipper™ da empresa AMD com até 16 núcleos e 32 threads, agora a Intel lança a série Core-X que é a sua sétima geração de processadores chamado Core i9-7980XE com 18 núcleos e (até) 36 threads.

Eu baixei o PDF de 8 páginas sobre o processador direto do site da Intel  para dar uma lida. Eu achei até interessante se olharem o gráfico abaixo, mas não percebi muita diferença entre o Core-X e o Ryzen.
especificacoes-da-serie-core-x-da-intel
Especificações da série Core-X da Intel
RyzenCorei9X-Series
Eu percebo que é novamente mais uma ação desesperada da Intel para não perder mercado para a AMD que vem acontecendo desde o Athlon64 X2. A Intel sempre toma uma ação primeiro (devido o novo processador da AMD que é lançado) para depois a Intel lançar uma nova geração. No caso, na época do Athlon64 X2 (processador com 2 nucleos reais, com hipertranspot, consumia menos energia e esquentava menos) a Intel lançou o Dualcore (que tinha um núcleo físico e um virtual) somente para acompanhar o mercado até que fosse lançado o Core2Duo.

A mesma história se repete entre o Ryzen e o Core i9. A primeira iniciativa da Intel foi reduzir os preços dos seus processadores para agora lançar um processador igual ao Ryzen.

Não vejo a Intel inovando hà um bom tempo:
  • A Intel vem copiando a AMD há longa data
  • Os bons processadores da Intel são a partir da segunda geração de cada série (quem compra a primeira mesmo se lasca).
  • A Intel só possui processadores X86 multi-core graças a AMD ter disponibilizado estas especificações.
  • Além do Dualcore (que foi horrível) ainda lançou o CoreDuo antes do Core2Duo (varegistas até aconselhavam as pessoas a não comprarem esse processador).
  • Vem temendo até mesmo o processador ARM e já tem medo do j-core
  • Falando de ARM, que é um processador muito pequeno (chegando a ser do tamanho de uma tecla), a Intel lançou por volta de 2008 o processador Atom  que foi um fracasso. Eu até tenho um e gosto dele, mas é bem limitado em vários aspectos.
  • Sem mencionar que a Intel contratou a AMD para juntas trabalharem nos APUs Intel (uma vez que a AMD entende dessa tecnologia melhor que a Intel).
  • Lançou a série "i" (corei3, corei5 e corei7), mas que não chegou a ser grande diferença comparada a série anterior (Core2Duo e Core2Quad).
  • Agora a intel lança a série "X" (i5X, i7X e o novo i9/X) pela baranha de apenas um rim (processador caro do caramba). O i9 mesmo não possui notáveis mudanças comparado comparado ao antigo i7 e ainda possui um socket gigante com mais de 2.000 pinos (e houve ainda que me dissesse que o i9 é pequeno).
Por hora é só galera. Semana que vem tem vídeo especial no canal sobre a AMD.

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Marcadores

A pior história sobre Linux que já ouvi (5) A.I (1) ambiente gráfico (13) AMD (13) analise (8) Andriod (7) artigo (5) benchmark (1) BSDs (13) btrfs (6) Caixa de Ferramentas do UNIX (21) canto do Diego Lins (2) certificações Linux (7) Código Fonte (53) comandos (15) comp (1) compressores (5) container (1) CPU (12) criptografia (1) crowdfunding (9) cursos (18) daemons (13) Debian (30) desenvolvimento (47) desktop (13) DevOps (1) DevSecOps (1) dic (1) Dica de leitura (48) dica DLins (2) dicas do Flávio (27) diocast (1) dioliunx (3) distribuições Linux (11) Docker (15) DragonflyBSD (7) ead Diolinux (2) edição de vídeo (4) EMMI Linux (4) emuladores (3) endless (5) English interview (2) Enless OS (2) entrevista (16) espaço aberto (87) evento (3) facebook (1) filesystem (50) financiamento coletivo (2) fork (2) fox n forests (4) FreeBSD (9) Funtoo Linux (13) games (85) GOG (3) google (8) gpu (1) hardware (93) I.A (1) init system (6) Intel (14) IoT (1) ispconfig (1) jogos (28) kernel (111) lançamento (29) leis (1) LFCS (1) licenças (7) Linus (14) Linux (194) linux foundation (3) linux para leigos (1) live (4) LPI (10) LTS (1) machine learning (1) mesa redonda (28) microst (1) muito além do GNU (100) não viva de boatos (10) navegadores (2) NetBSD (3) novatec (17) o meu ambiente de trabalho (3) off-topic (14) open source (76) OpenBSD (3) OpenShift (1) os vários sabores de Linux (32) padrim (2) palestras e eventos (2) partições (6) pentest (6) processadores (20) professor Augusto Manzano (11) Programação (34) propagandas com Linux (8) Red Hat (10) redes (2) resenha nerd (4) Resumo da Semana do Dlins (2) resumo do Tux (23) retrospectiva Linux (1) runlevel (2) segurança digital (12) servidores (1) sistema operacional (12) Software livre e de código aberto (150) sorteio (3) Steam (8) Steam no Linux (6) supercomputadores (2) suse (3) systemd (7) terminal (70) toca do tux (1) toybox (12) tutorial (2) Tux (2) unboxing (7) UNIX (16) UNIX Toolbox (15) vartroy (1) vga (1) vulnerabilidade (3) wayland (1) whatsapp (1) Windows Subsystem for Linux (1) wine (11) WoT (1) ZFS (3)