Retrospectiva Linux 2014

O ano de 2014 está chegando ao final e é hora de resumir algumas das maiores histórias do Linux no ano de 2014. Todos os anos por aí nós seguimos algumas histórias boas, algumas ruins e algumas feias relacionadas a Linux e Open Source. Vamos dar uma recapitulada rápida em como foi o ano de 2014 para Linux.


As Boas

primeira e principal, vamos ver quais forma as histórias positivas para os amantes de Linux em 2014.

Netflix no Linux


Os usuários Linux andam tentando por várias alternativas para fazer o Netflix funcionar no Linux do uso do Wine ao usar de recursos beta no Chrome. A boa coisa é que o Netflix finalmente trouxe o suporte nativo no Linux no ano 2014 trazendo sorrisos nos rostos dos usuários de Linux aonde o Netflix estiver disponível. As pessoas ainda teriam que contar com a alternativa utilize o Netflix fora dos EUA (e outros países aonde o Netflix está disponível oficialmente).

A adoção de Open Source/Linux em países europeus


Dê o crédito ao derretimento econômico, se quisewr, mas a adoção de Linux e Open Source andam agarrando as cidades europeias. Não estou falando da adoção do Linux por indivíduos, mas de governos e autoridades. Todos os anos nós ouvimos histórias de como Franceses e Cidades italianas economizaram milhões de Euro ao migrar para Linux e Open Office. E a tendencia não foi limitada somente ao Itália e França, o mesmo pode ser visto na Espanha, Suiça e Alemanha.

Windows 10 se inspira no Linux


O lançamento vindouro do sistema operacional carro-chefe da Microsoft, Windows será chamado de Windows 10 (não Windows 9). E o Windows 10 cria um alarde de número de novos. Mas esses ‘novos recursos’ são novos somente para o mundo da Microsoft e a maioria deles já existem no mundo Linux há anos. Dê uma olhada em tais 10 recursos do Windows copiados do Linux.


/* Linus Torvalds completa 45




Essa eu não podia deixar de mencionar e foi de próprio pulso, não tradução de algum website.
Linus Benedict Torvalds, Criador do Linux, inventor do Git e do Subsurface (http://subsurface-divelog.org/pt/) e da lei de Linus, ganhador de prêmios como o Internet Hall of Fame completou 45 anos no dia 28 de Dezembro. E pensar que sua filha mais velha, Patricia Miranda tem 18 anos, Daniela Yolanda 16 e Celeste Amanda 14. Pela crítica que Linus fez ao OpenSuse há algum tempo atras e novamente mencionou na DebianConf14 de Portland, percebe-se que suas próprias filhas usam Linux naturalmente. Quando perguntado na DebianConf14 se uma de suas filhas daqui à alguns anos chegasse a ele e disse-se: “Pai, eu quero ser uma kernel hacker”, o que ele vai dizer a elas, sua resposta foi “Eu vou dizer: ALELIA! Por que isso não vai acontecer... Eu amaria que elas fossem kernel hacker, mas eu vou ter que adotar” (gargalhadas foram inevitáveis). Sua esposa, Tove Torvalds é faixa preta em Karatê e seis vezes campeã nacional na Finlândia.
Também vale lembrar que o Linux completou 23 anos no dia 23 de Agosto, quando Linus Torvalds postou a seguinte mensagem:

Feliz aniversário mestre Linus!
*/

A Explosão da Nuvem



Docker e OpenStack. É difícil arremessar um bastão sem acertar a história de um desses dois (excelentes) projetos – que estão definindo a tendencia de como “A Nuvem” é construída e executada nos próximos anos.
OpenStack, não é algo novo. Retrocedendo em 2010, com a primeira distribuição comercial com o OpenStack (SUSE Cloud) seguindo meados de 2012. Red Hat um anos depois, em meados 2013, e a Canonical começou a promover o utilizando o Ubuntu em conjunção com o OpenStack no início desse ano. Mas 2014 definitivamente é quando a tech journalists do mundo realmente se ergeu e tomou notoriedade.
O tanto o quanto temos ouvido sobre essas tecnologias em 2014... Eu (pessoalmente) espero ouvir ainda mais em 2015.


Os maus



Tudo não foi um mar de rosas para o Linux no ano de 2014. Alguns eventos aconteceram que abalaram a imagem do Linux/Open Source.

Heartbleed

Em abril desse ano, uma vulnerabilidade foi detectada no OpenSSL. Esse bug, nomeado Heartbleed, impactou mais de meio milhão de websites ‘seguros’ incluindo Facebook e Google. O bug na verdade permitia qualquer um ler a memória do sistema e logo dar acesso a chave que é utilizada para criptografar o tráfego. Uma tira cómica na xkcd explica o Heartbleed de modo mais fácil. Desnecessário dizer que essa vulnerabilidade foi corrigina em uma atualização para o OpenSSL.

Shellshock



Como se o Heartbleed não fosse o bastante, o mundo Linux mais a frente abalado em setembro com uma vulnerabilidade no Bash. O bug, nomeado Shellshock, mais a adiante colocou o sistema Linux em risco de ataques remotos. A vulnerabilidade foi explorada por hackers para carregar ataques DDoS. Uma atualização para a versão do Bash supostamente corrigiu o problema.

Ubuntu Phone e Steam Console



Promessas após promessas, esperanças após esperanças. Mas mesmo em 2014 ninguém viu o Ubuntu Phone ou os consoles Steam gaming no entanto. Muitas conversar foram a respeito do Ubuntu Phone. Do lançamento fevereiro de 2014 à setembro à dezembro, finalmente é o lançamento (esperançosamente) para fevereiro de 2015. Nenhuma informação dos consoles Steam todavia. Leia mais Ubuntu Phone specification, price and release date.

O Feio

Coisas se tornaram feias com guerra sobre a adoção do systemd.

Controvérsia systemd



Disputa do init vs systemd está acontecendo há algum tempo. Mas ficou feia a coisa em 2014 como o systemd equilibrou a substituição do init em muitas das maiores distribuições Linux incluindo Debian, Ubuntu, OpenSUSE, Arch Linux e Fedora. Se ficou tão que não ficou limitada somente ao boycottsystemd.org como websites. Lennart Poettering (desenvolvedor líder e autor do systemd) afirmou em um post no Google Plus que pessoas that anti systemd estavam “coletando bitcoins para contratar um hitman para matá-lo”. Lennart seguiu a diante chamando a comunidade Open Source “um lugar doente para se estar”. Pessoas tem assumido essa batalha tão longe quanto criar um fork do Debian em um novo OS nameado Devuan.

E o esquisito

Ao longo com o bom, o mal e o feio vem o esquisito que esse esquisito não é outro menos que a Microsoft.

Microsoft ama o Linux




Sim! Você leu corretamente. Microsoft ama o Linux. A mesma Microsoft que o CEO Steve Ballmer tinha uma vez dito que o Linux é um cancer. A mudança de lider na Microsoft viu algumas mudanças nessa aproximação ao Linux e ao Open Source quando o novo CEO Satya Nadella anunciou que a Microsoft ama o Linux. Esse novo amor encontrado pelo Linux é na verdade a tentativa da Microsoft de tornar o Azure como uma plataforma de nuvem melhor . Para esse propósito, o Azure precisa de virtualização Hyper-V (núcleo do Azure) para funcionar com o Linux. Esse desespero tornou a Microsoft, quinto maior contribuidor para o kernelLinux.


Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu Comentário

Marcadores

A pior história sobre Linux que já ouvi (3) ambiente gráfico (11) AMD (13) analise (8) Andriod (6) artigo (5) benchmark (1) BSDs (12) btrfs (6) Caixa de Ferramentas do UNIX (21) canto do Diego Lins (2) certificações Linux (7) Código Fonte (53) comandos (13) comp (1) compressores (5) container (1) CPU (12) criptografia (1) crowdfunding (9) cursos (18) daemons (13) Debian (30) desenvolvimento (44) desktop (13) DevOps (1) DevSecOps (1) dic (1) Dica de leitura (44) dica DLins (2) dicas do Flávio (27) diocast (1) dioliunx (3) distribuições Linux (11) Docker (15) DragonflyBSD (5) ead Diolinux (2) edição de vídeo (4) EMMI Linux (4) emuladores (2) endless (5) English interview (2) Enless OS (2) entrevista (16) espaço aberto (87) evento (3) facebook (1) filesystem (47) financiamento coletivo (2) fork (2) fox n forests (4) FreeBSD (8) Funtoo Linux (13) games (84) GOG (3) google (8) gpu (1) hardware (92) init system (6) Intel (14) IoT (1) ispconfig (1) jogos (27) kernel (110) lançamento (22) leis (1) LFCS (1) licenças (6) Linus (14) Linux (193) linux foundation (3) linux para leigos (1) live (4) LPI (10) LTS (1) mesa redonda (28) microst (1) muito além do GNU (93) não viva de boatos (9) navegadores (2) NetBSD (2) novatec (16) o meu ambiente de trabalho (3) off-topic (14) open source (76) OpenBSD (2) OpenShift (1) os vários sabores de Linux (29) padrim (2) palestras e eventos (2) partições (6) pentest (6) processadores (19) professor Augusto Manzano (9) Programação (30) propagandas com Linux (8) Red Hat (10) redes (2) resenha nerd (4) Resumo da Semana do Dlins (2) resumo do Tux (23) retrospectiva Linux (1) runlevel (2) segurança digital (12) servidores (1) sistema operacional (10) Software livre e de código aberto (149) sorteio (3) Steam (8) Steam no Linux (6) supercomputadores (1) suse (3) systemd (7) terminal (68) toca do tux (1) toybox (10) tutorial (2) Tux (2) unboxing (7) UNIX (16) UNIX Toolbox (15) vartroy (1) vga (1) vulnerabilidade (3) whatsapp (1) Windows Subsystem for Linux (1) wine (11) WoT (1) ZFS (2)