Liberty Linux: Um novo fork do CentOS

Open Enterprise Linux Association

Liberty Linux: Um novo fork do CentOS

 Forks do CentOS já não são nenhuma novidade desde que a Red Hat anunciou o fim do seu suporte  na versão 8, o que rendeu muito pano para manga. A Red Hat anunciou o inicio do CentOS Stream onde as atualizações passariam primeiro pelo CentOS Stream para depois chegar oo Red Hat Enterprise Linux.

 Com isso, surgiram dois forks do CentOS, o Rocky Linux e o Alma Linux que passaram a ser financiados por grandes empresas que dependiam do CentOS (que basicamente o que faziam era pegar as atualizações do Red Hat Enterprise Linux e empacotar para as suas respectivas distribuições).



 Só que no dia 21 de Junho o Vice Presidente, Core Platforms Mike McGrath anunicou que o CentOS Stream será o único repositório para os lançamentos públicos do código fonte do Red Hat Enterprise Linux e derivados. OU SEJA, os dois forks já não passariam  mais a ter acesso aos patches do RHEL. Os projetos se pronunciaram sobre a decisão da Red Hat e os prolanos para o futuro. A matéria pode ser lida clicando aqui.



 Não somente os dois projetos se pronunciaram. A Oracle postou sua frustração com a decisão da Red Hat uma vez que sua distribuição, a Oracle Linux, é uma derivada do RHEL. Mas a empresa não parou por aí, a Oracle anunciou que estaria trabalhando para remediar esse problema, deixou recado aos desenvolvedores de Linux que estava contratando e por ultimo, deu um recado a IBM:

"Finalmente, para a IBM, aqui está uma grande ideia para você. Você diz que não quer pagar todos aqueles desenvolvedores RHEL? Veja como você pode economizar dinheiro: basta retirar de nós. Torne-se um distribuidor downstream do Oracle Linux. Ficaremos felizes em assumir o fardo."

 A Oracle não está errada já que grande parte da arrecadação (tanto da IBM quando da Red Hat) vem da Oracle e de seus parceiros e não somente dos seus próprios serviços (honestamente? Eu já temia que a Red Hat poderia ter mudanças não muito boas após ser adquirira pela IBM).

E não parou por aí, no dia seguinte, a Suse anunciou o investimento de $10 milhões em um fork do RHEL. Algo que para mim soou um tanto quando estranho já que eu não entendi a estratégia da empresa, mas OK, uma boa atitude.


 Formou-se então a parceria entre a CIQ (empresa que desenvolve o Rocky Linux) a Suse e a Oracle que deram origem a distribuição Liberty Linux ou também conhecida como OpenELA (Open Enterprise Linux Association) que passa a dar suporte de compatibilidade com o RHEL 8 e 9 (e possivelmente o 7) e assim dando sobrevida ao CentOS.


 O processo de migração é feito removendo o apontamento dos repositórios da Red Hat e apontando para os repositórios da Suse não sendo necessário reiniciar seu sistema mas também sendo possível desta forma.

Liberty 9 after RHEL 9 upgrade
Liberty 9 após atualização do RHEL 9

 A Suse também entregará o Suse Manager (ferramenta similar ao Satellite) para facilitar a administração do OpenLA e que permite transformar o RHEL em Liberty Linux de forma muito simples (o Suse Manager permite administrar outras distribuições). Também é possível obter assinatura de suporte da Suse com quatro planos para escolher: O Suse Liberty Lite, Suse Liberty Basic, Suse Liberty Professional e o Suse Liberty Entreprise.


Suse Liberty Linux Subscription plans
Planos de assinatura do Suse Liberty Linux


 Já existem empresas no Brasil que realizaram a migração do CentOS para o Liberty Linux. Desejo sucesso ao projeto e que tanto as empresas envolvidas quanto nós (usuários) saiamos ganhando com essa iniciativa.

Site oficial do OpeneLA

Mais sobre a Suse

Mais sobre a Oracle


Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Viu algum erro e quer compartilhar seu conhecimento? então comente aí.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Marcadores

A pior história sobre Linux que já ouvi (5) A.I (2) ambiente gráfico (19) AMD (14) analise (10) Andriod (16) android (7) Apple (1) arm (5) artigo (5) aws (1) bc (23) benchmark (6) BetrFS (1) blackhat (1) BSDs (30) btrfs (32) bugs (2) Caixa de Ferramentas do UNIX (19) canto do Diego Lins (2) certificações Linux (7) Código Fonte (54) comandos (31) comp (1) compressores (5) container (7) CPU (19) cracker (1) criptografia (5) crowdfunding (9) cursos (24) daemons (13) Debian (31) desempenho (1) desenvolvimento (90) desktop (19) DevOps (3) DevSecOps (4) dic (1) Dica de leitura (90) dica DLins (2) dicas do Flávio (27) Dicas TechWarn (1) diet libc (3) diocast (1) dioliunx (3) distribuições Linux (14) Docker (12) DragonflyBSD (22) driver (1) ead Diolinux (2) edição de vídeo (5) embarcados (1) EMMI Linux (4) emuladores (9) endless (5) English interview (3) Enless OS (2) entrevista (17) espaço aberto (82) evento (6) facebook (1) Fedora (10) filesystem (82) financiamento coletivo (2) fork (4) fox n forests (4) FreeBSD (20) Funtoo Linux (13) games (93) gerenciadores de pacotes (4) glaucus (3) GOG (3) google (9) gpu (3) hacker (2) hardware (104) hash (1) helenos (3) I.A (1) init system (11) Intel (15) inteligencia artificial (2) IoT (1) ispconfig (1) jogos (37) kde (1) kernel (138) lançamento (64) leis (1) LFCS (1) libs (2) licenças (8) Linus (16) linus torvalds (2) Linux (194) linux foundation (3) linux para leigos (1) live (5) LPI (8) LTS (1) Mac (1) machine learning (1) matemática (9) mesa redonda (27) microcontroladores (1) microsoft (6) microst (1) muito além do GNU (165) musl (3) não viva de boatos (9) navegadores (5) NetBSD (7) newlib (1) nim (1) nintendo (1) novatec (17) novidades (1) nuvem (1) o meu ambiente de trabalho (3) off-topic (12) open source (84) OpenBSD (7) OpenShift (1) oracle (1) os vários sabores de Linux (43) padrim (2) palestras e eventos (5) partições (6) pentest (8) performance (1) pipewire (1) plan9 (1) playstation (1) processadores (30) professor Augusto Manzano (11) Programação (64) promoção (1) propagandas com Linux (8) ps4 (1) real-time. (1) Red Hat (23) redes (4) resenha nerd (4) Resumo da Semana do Dlins (2) resumo do Tux (19) retrospectiva Linux (1) risc-V (14) RISCV (13) rtos (1) runlevel (2) rust (12) segurança digital (24) servidor web (2) servidores (2) shell (9) shell script (8) sistema operacional (25) skarnet (1) smartphones (3) Software livre e de código aberto (151) sorteio (3) Steam (10) Steam no Linux (8) supercomputadores (4) suse (6) systemd (7) terminal (89) terminal de comandos (18) toca do tux (1) toybox (27) tutorial (6) Tux (3) unboxing (7) UNIX (17) UNIX Toolbox (14) vartroy (1) vga (1) virtualização (2) vulnerabilidade (6) wayland (5) web (1) whatsapp (1) whitehat (1) Windows Subsystem for Linux (2) wine (14) WoT (1) yash (1) ZFS (15) zsh (3)