Lançado toybox 0.8.3

Lançado toybox  0.8.3
Lançado toybox  0.8.3
 No dia  de maio foi lançado a versão 0.8.3 do terminal de comandos toybox. O toybox foi criado pelo antigo mantenedor do busybox, Rob Landley que tem como foco, desenvolver uma nova versão do busybox porém menor, mais simples e mais limpo. Videos e artigos é o que não faltam nem no canal e nem no blog. Tem vídeo contado a história, vídeo entrevista com o criador do terminal, video analisando, live ensinando como compilar e utilizar, vídeo sobre lançamentos e até descoberta de bugs, artigos sobre noticias; então material sobre o toybox é o que não falta.

 O que mais chama a atenção nesta nova versão é que agora o toybox possui o recurso make root que agora permite o sistema carregar o toybox após o processo de boot sob o nome de toyshClicando aqui neste link de 29 de Abril deste ano você poderá saber como utilizar o toysh após o processo de boot. Já clicando aqui há um script de 250 linhas que lhe permite criar um sistema Linux bootável  que utiliza o toysh. Este mesmo script pode ser encontrado dentro do diretório /toybox-0.8.3/scripts. O make root também agrega ao toybox o recurso toyroot que lhe permite a interpretação de init scripts.

script mkroot dentro do diretório scripts do toybox.
script mkroot dentro do diretório scripts do toybox.
 Mais novidades temos o comando rtcwake (utilizado para colocar o sistema em estado de hibernação até um determinado período de tempo) e o comando blkdiscard (utilizado descartar setores de dispositivo). O comando readelf que eu havia mencionado em Janeiro deste ano agora aparece no diretório pendentes para revisão (junto a função getopt e a linguagem bc)

Comando readelf no diretório pending.
Comando readelf no diretório pending.
 Também houveram novas funções adicionadas a comandos já presentes no terminal, muitas correções de bugs não somente em comandos mas também nas bibliotecas, limpezas em alguns comandos, outros trabalhos realizados nos pendentes para revisão (pending) e lista de novidades nesta nova versão é enorme e caso você queira conferir, basta clicar aqui. Além do código fonte, há a versão binária que está disponível para 18 arquiteturas que envolvem sub-arquiteturas também  (armv4l, armv5l, armv7l, armv7m, i486, i686, m68k, microblaze, mips, mips64,mipsel, powerpc, powerpc64, powerpc64le, s390x, sh2eb, sh4, x86_64).

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Marcadores

A pior história sobre Linux que já ouvi (5) A.I (1) ambiente gráfico (15) AMD (13) analise (9) Andriod (8) artigo (5) benchmark (3) BSDs (18) btrfs (10) Caixa de Ferramentas do UNIX (19) canto do Diego Lins (2) certificações Linux (6) Código Fonte (50) comandos (16) comp (1) compressores (4) container (1) CPU (15) criptografia (2) crowdfunding (9) cursos (19) daemons (13) Debian (29) desenvolvimento (53) desktop (16) DevOps (1) DevSecOps (1) dic (1) Dica de leitura (49) dica DLins (2) dicas do Flávio (27) diocast (1) dioliunx (3) distribuições Linux (12) Docker (7) DragonflyBSD (12) ead Diolinux (2) edição de vídeo (4) EMMI Linux (4) emuladores (5) endless (5) English interview (2) Enless OS (2) entrevista (16) espaço aberto (83) evento (4) facebook (1) Fedora (4) filesystem (56) financiamento coletivo (2) fork (3) fox n forests (4) FreeBSD (11) Funtoo Linux (13) games (87) gerenciadores de pacotes (2) GOG (3) google (8) gpu (2) hardware (96) I.A (1) init system (7) Intel (14) IoT (1) ispconfig (1) jogos (33) kernel (114) lançamento (39) leis (1) LFCS (1) licenças (7) Linus (15) linus torvalds (1) Linux (188) linux foundation (3) linux para leigos (1) live (4) LPI (8) LTS (1) machine learning (1) meetup (1) mesa redonda (27) microsoft (3) microst (1) muito além do GNU (115) não viva de boatos (9) navegadores (2) NetBSD (3) novatec (17) o meu ambiente de trabalho (3) off-topic (12) open source (78) OpenBSD (3) OpenShift (1) os vários sabores de Linux (36) padrim (2) palestras e eventos (3) partições (6) pentest (6) processadores (23) professor Augusto Manzano (11) Programação (40) propagandas com Linux (8) Red Hat (13) redes (2) resenha nerd (4) Resumo da Semana do Dlins (2) resumo do Tux (19) retrospectiva Linux (1) runlevel (2) Secomp (1) segurança digital (13) servidores (1) shell (1) sistema operacional (18) Software livre e de código aberto (147) sorteio (3) Steam (8) Steam no Linux (6) supercomputadores (3) suse (3) systemd (7) terminal (73) toca do tux (1) toybox (14) tutorial (5) Tux (3) unboxing (7) UNIX (15) UNIX Toolbox (14) vartroy (1) vga (1) vulnerabilidade (3) wayland (2) whatsapp (1) Windows Subsystem for Linux (1) wine (12) WoT (1) ZFS (7)