Atualizações no Btrfs 5.2


Atualizações no Btrfs 5.2
Atualizações no Btrfs 5.2
 Acabamos de falar do lançamento do xfs-progs 5.0, do kernel 5.1 e agora do btrfs 5.2 (sequencia interessante). A versão 5.2 do btrfs recebeu mais cleanups do que mudanças reais, mas houveram mudanças consideráveis também

 Não adianta tentar fugir do btrfs com a desculpa de não gostar ou ficar tentando arrumar bugs para o sistema de arquivos. O btrfs se tornou matéria obrigatória na LPI; então, se quiser ser um profissional  de Linux preparado para o mercado, bora ficar atualizado com o sistema de arquivos.
CLIQUE AQUI E VENHA APRENDER LINUX COMIGO (AQUI SIM VOCÊ APRENDE LINUX DE VERDADE).
Dentre as mudanças, estão:
  • Melhor tempo de leitura e de verificações de escrita (para encontrar erros antes de escrever dados ao disco e encontrar potencial corrupção de memória nos dados que foram verificados com checksum).
  • qgroups + metadata relocation: ultimo patch de aumento de desempenho para endereçar caso haja lentidão.
  • FIEMAP ioctl não inicia uma transação desnecessariamente resultando em um aumento de velocidade e menos bloqueio devido IO.
  • LOGICAL_INO (v1, v2) idem ao anterior e também o scrub.
  • fsync nos arquivos com muitos (mas não demais) hardlinks (não se esqueçam que meu curso cobre sobre hardlinks ;) se torna mais rápido, com melhores decisões se os links devem ser sincronizados com fsync individualmente ou completamente.
  • send tenta encontrar ranges para serem clonados.
  • trim/discard soltará chunks não alocados que não foram tocados (touch. Cobrimos isso tambem) desde a ultima montagem.

 Houveram também 4 correções de bugs, 7 cleanups, e as principais mudanças (Core changes: tree-checker validations; erros reportados por fuzzing tools como device item, inode item, block group profiles, tracepoints para extent buffer locking, async cow prealoca memoria para evitar erros ocorrendo muito profundos na call chain, reserva de metadados para delalloc retrabalhados para melhor adaptar em vários cenários writers/low-space, melhoria no space flushing logic para inteno DIO vs buffered workloads).
Essa versçai está disponível no kernel desde a versão 5.1rc7 e pode ser conferida clicando aqui.

Compartilhe isso

Leia outros posts

Próximo post
« Próximo post
Post Anterior
Próximo Post »