Thunderbolt - a nova interface de conexão de periféricos do Linux

USB Type-C connector on a Thunderbolt 3 cable
Conector USB Tiype C em um cabo Thunderbolt 3
Thunderbolt é a nova interface que irá realização conexão de periféricos no Linux e que é desenvolvida pela Intel. Essa nova interface permitirá que o dispositivo tenha acesso direto a DMA sem a necessidade da intervenção do sistema operacional ou até mesmo do processador. Isso faz com que seu acesso seja mais rápido e ofereça mais segurança ao sistema.
Logo do Thunderbolt
Logo do Thunderbolt
Isso ocorre adotando um esquema (a partir da 3ª versão) de 5 níveis diferentes que é configurado pelo firmware do sistema:
  1. none: Segurança desabilitada, todos os dispositivos funcionarão completamente na conexão.
  2. dponly: Passará somente a display-port stream pelo dispositivo conectado.
  3. user: O dispositivo conectado precisa ser manualmente autorizado pelo usuário.
  4. secure: Como 'user', mas em conjunto com uma chave secreta para verificar sua identidade.
  5. usbonly: Um túnel PCIe é criado para uma controladora USB em um thunderbolt dock; nenhum outro túnel downstream PCIe é autorizado (requer o kernel 4.17 em diante e hardware mais recente).
Apesar de mencionado o kernel 4.17 em diante, O Thunderbolt faz uso da interface do sysfs que foi introduzido no kernel 4.13 adicionando mais segurança ao userspace (além de vários outros recursos) e já podíamos ver o Thunderbolto no kernel 4.14.

Pseudo file system sysfs a partir do kernel 4.13 e que é utilizado pelo Thunderbolt
Pseudo file system sysfs a partir do kernel 4.13 e que é utilizado pelo Thunderbolt
Segunda coisa interessante é a adoção do Ninja Build para compilá-lo ao invés do make (sim, acho muito mais interessante) e que já fez parte aqui do blog e do canal como uma das ferramentas muito além do GNU.

Agora, indo para a parte que a galera mimimi vai chorar. O Thunderbolt será (digamos) parte integrante do systemd (que comece o choro já que é livre). O núcleo do Thunderbolt é o boltd e utilizaremos o comando boltctl para controlá-lo:
Comando boltctl como front end da daemon boltd do Thunderbolt.
Comando boltctl como front end da daemon boltd do Thunderbolt.

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu Comentário

Marcadores

A pior história sobre Linux que já ouvi (3) ambiente gráfico (11) AMD (13) analise (8) Andriod (6) artigo (5) benchmark (1) BSDs (12) btrfs (6) Caixa de Ferramentas do UNIX (21) canto do Diego Lins (2) certificações Linux (7) Código Fonte (53) comandos (13) comp (1) compressores (5) container (1) CPU (12) criptografia (1) crowdfunding (9) cursos (18) daemons (13) Debian (30) desenvolvimento (44) desktop (13) DevOps (1) DevSecOps (1) dic (1) Dica de leitura (44) dica DLins (2) dicas do Flávio (27) diocast (1) dioliunx (3) distribuições Linux (11) Docker (15) DragonflyBSD (5) ead Diolinux (2) edição de vídeo (4) EMMI Linux (4) emuladores (2) endless (5) English interview (2) Enless OS (2) entrevista (16) espaço aberto (87) evento (3) facebook (1) filesystem (47) financiamento coletivo (2) fork (2) fox n forests (4) FreeBSD (8) Funtoo Linux (13) games (84) GOG (3) google (8) gpu (1) hardware (92) init system (6) Intel (14) IoT (1) ispconfig (1) jogos (27) kernel (110) lançamento (22) leis (1) LFCS (1) licenças (6) Linus (14) Linux (193) linux foundation (3) linux para leigos (1) live (4) LPI (10) LTS (1) mesa redonda (28) microst (1) muito além do GNU (93) não viva de boatos (9) navegadores (2) NetBSD (2) novatec (16) o meu ambiente de trabalho (3) off-topic (14) open source (76) OpenBSD (2) OpenShift (1) os vários sabores de Linux (29) padrim (2) palestras e eventos (2) partições (6) pentest (6) processadores (19) professor Augusto Manzano (9) Programação (30) propagandas com Linux (8) Red Hat (10) redes (2) resenha nerd (4) Resumo da Semana do Dlins (2) resumo do Tux (23) retrospectiva Linux (1) runlevel (2) segurança digital (12) servidores (1) sistema operacional (10) Software livre e de código aberto (149) sorteio (3) Steam (8) Steam no Linux (6) supercomputadores (1) suse (3) systemd (7) terminal (68) toca do tux (1) toybox (10) tutorial (2) Tux (2) unboxing (7) UNIX (16) UNIX Toolbox (15) vartroy (1) vga (1) vulnerabilidade (3) whatsapp (1) Windows Subsystem for Linux (1) wine (11) WoT (1) ZFS (2)