Resposta aos que me desafiam a rodar jogos exclusivos do Windows no Linux


Estou escrevendo este artigo aqui somente para espalhar mais a minha resposta ao desafio que esse bando de moleques que vem me desafiando ha bem uns quatro meses a rodar jogos exclusivos do Windows no Linux (parabéns pela lógica). Se fosse um desafio de rodar os mesmos jogos que existem nas duas plataforma comparando desempenho, uso de recurso computacional e uso das mesmas bibliotecas presentes nos dois sistemas operacionais, seria um desafio até válido. Mas vir desafiar a rodar exclusivos, foi coisa bem de moleque e por esse motivo é que até hoje nem respondi ao desafio. Moleques devem ser tratados como moleques e não como homens.

Porque esse desafio que me fizeram é bem coisa de moleques, não de homens. O que essa galerinha deveria saber é que empresas observam comportamentos das pessoas nas redes sociais. Tanto que o dono de uma empresa chegou a comentar para mim que ele fala muito palavrão (estão achando que empresas não prestam atenção?). Fica então o vídeo para conferirem a minha resposta ao desafio que me fizeram:


E mais uma coisa que vale mencionar é a qualidade dos meus inscritos. No meu canal tem dono de empresa de tecnologia do Rio Grande do Sul, dono de empresa do Rio de Janeiro, gerente de multinacional de Belo horizonte, consultores independeres e de QA de multinacionais fortes e muito mais.

Quando foram desafiarem alguém, arrumem melhores argumentos da próxima vez e não venham com chiliques.

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu Comentário

Marcadores

A pior história sobre Linux que já ouvi (3) ambiente gráfico (11) AMD (13) analise (8) Andriod (6) artigo (5) benchmark (1) BSDs (12) btrfs (6) Caixa de Ferramentas do UNIX (21) canto do Diego Lins (2) certificações Linux (7) Código Fonte (53) comandos (13) comp (1) compressores (5) container (1) CPU (12) criptografia (1) crowdfunding (9) cursos (18) daemons (13) Debian (30) desenvolvimento (44) desktop (13) DevOps (1) DevSecOps (1) dic (1) Dica de leitura (44) dica DLins (2) dicas do Flávio (27) diocast (1) dioliunx (3) distribuições Linux (11) Docker (15) DragonflyBSD (5) ead Diolinux (2) edição de vídeo (4) EMMI Linux (4) emuladores (2) endless (5) English interview (2) Enless OS (2) entrevista (16) espaço aberto (87) evento (3) facebook (1) filesystem (47) financiamento coletivo (2) fork (2) fox n forests (4) FreeBSD (8) Funtoo Linux (13) games (84) GOG (3) google (8) gpu (1) hardware (92) init system (6) Intel (14) IoT (1) ispconfig (1) jogos (27) kernel (110) lançamento (22) leis (1) LFCS (1) licenças (6) Linus (14) Linux (193) linux foundation (3) linux para leigos (1) live (4) LPI (10) LTS (1) mesa redonda (28) microst (1) muito além do GNU (93) não viva de boatos (9) navegadores (2) NetBSD (2) novatec (16) o meu ambiente de trabalho (3) off-topic (14) open source (76) OpenBSD (2) OpenShift (1) os vários sabores de Linux (29) padrim (2) palestras e eventos (2) partições (6) pentest (6) processadores (19) professor Augusto Manzano (9) Programação (30) propagandas com Linux (8) Red Hat (10) redes (2) resenha nerd (4) Resumo da Semana do Dlins (2) resumo do Tux (23) retrospectiva Linux (1) runlevel (2) segurança digital (12) servidores (1) sistema operacional (10) Software livre e de código aberto (149) sorteio (3) Steam (8) Steam no Linux (6) supercomputadores (1) suse (3) systemd (7) terminal (68) toca do tux (1) toybox (10) tutorial (2) Tux (2) unboxing (7) UNIX (16) UNIX Toolbox (15) vartroy (1) vga (1) vulnerabilidade (3) whatsapp (1) Windows Subsystem for Linux (1) wine (11) WoT (1) ZFS (2)