Dualshock4 no Linux

 Eu sei que já devem ter assistido o vídeo, mas há detalhes que eu esqueci de mencionar no vídeo. Uma hipótese que levanto é que o Dualshock4 e o Controller S (joystick do Xbox) possuem o mesmo chip. Não possuo provas, por isso digo de hipótese, mas façamos uma analise.

Dualshock4 no Linux


 O ps3 e o xbox360 possuem processadores da mesma família (mesmo sendo diferentes, mas são da mesma família) que é o processador powerPC. Esse é o mesmo processador dos antigos PowerMac, do GameCube e do nintendo wii.

 Nessa nova geração, o processador que está no Play Station 4 é o da AMD; uma SoC  com APU integrada que possui um núcleo chamado Jaguar. A fabricante da placa mãe do ps4 é a Foxconn. Ja no Xbox One, adivinhem qual o processador do console... Exatamente! Basicamente o mesmo da AMD com o mesmo núcleo (Jaguar) e a fabricante da placa mãe do Xbox One é sambem exatamente a Foxconn.

 No final da historia, não se sabe quem está copiando quem (apesar que a Microsoft sempre teve esse histórico e ainda por cima pagou para que o Xbox One fosse lançado antes do PS4).
Enfim, com tudo isso suspeito que seja exatamente o mesmo chip nos joysticks dos dois consoles.


A Sony vem passando por maus momentos. Cheguei a falar disso em um dos Diocast e algumas semanas atras meu pai me disse que algumas divisões da Sony (como TV e telefonia) foram vendidas.
Abraçar esse mercado do Linux seria uma boa para ela (basta a Sony analisar o relatório da Valve. Até a Capcom vai fazer Street Fighter para Linux :)

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Marcadores

A pior história sobre Linux que já ouvi (5) A.I (1) ambiente gráfico (13) AMD (13) analise (9) Andriod (8) artigo (5) benchmark (2) BSDs (16) btrfs (9) Caixa de Ferramentas do UNIX (21) canto do Diego Lins (2) certificações Linux (7) Código Fonte (53) comandos (16) comp (1) compressores (5) container (2) CPU (12) criptografia (2) crowdfunding (9) cursos (18) daemons (13) Debian (30) desenvolvimento (53) desktop (15) DevOps (1) DevSecOps (1) dic (1) Dica de leitura (49) dica DLins (2) dicas do Flávio (27) diocast (1) dioliunx (3) distribuições Linux (11) Docker (16) DragonflyBSD (10) ead Diolinux (2) edição de vídeo (4) EMMI Linux (4) emuladores (4) endless (5) English interview (2) Enless OS (2) entrevista (16) espaço aberto (87) evento (3) facebook (1) Fedora (3) filesystem (56) financiamento coletivo (2) fork (2) fox n forests (4) FreeBSD (11) Funtoo Linux (13) games (87) gerenciadores de pacotes (2) GOG (3) google (8) gpu (1) hardware (94) I.A (1) init system (7) Intel (14) IoT (1) ispconfig (1) jogos (31) kernel (115) lançamento (35) leis (1) LFCS (1) licenças (7) Linus (14) Linux (194) linux foundation (3) linux para leigos (1) live (4) LPI (10) LTS (1) machine learning (1) mesa redonda (28) microst (1) muito além do GNU (109) não viva de boatos (10) navegadores (2) NetBSD (3) novatec (17) o meu ambiente de trabalho (3) off-topic (14) open source (76) OpenBSD (3) OpenShift (1) os vários sabores de Linux (34) padrim (2) palestras e eventos (2) partições (6) pentest (6) processadores (20) professor Augusto Manzano (11) Programação (39) propagandas com Linux (8) Red Hat (13) redes (2) resenha nerd (4) Resumo da Semana do Dlins (2) resumo do Tux (23) retrospectiva Linux (1) runlevel (2) segurança digital (13) servidores (1) shell (1) sistema operacional (14) Software livre e de código aberto (150) sorteio (3) Steam (8) Steam no Linux (6) supercomputadores (3) suse (3) systemd (8) terminal (74) toca do tux (1) toybox (14) tutorial (4) Tux (2) unboxing (7) UNIX (17) UNIX Toolbox (15) vartroy (1) vga (1) vulnerabilidade (3) wayland (1) whatsapp (1) Windows Subsystem for Linux (1) wine (11) WoT (1) ZFS (6)