Curiosidade sobre o ReactOS

Algo natural em mim é quando alguém comenta em meus vídeos ou artigos e que faz brotar alguma ideia para compartilhar conhecimento. Com isso, resolvi compartilhar algumas pequenas curiosidades sobre o ReactOS com vocês.



Curiosidade sobre o ReactOS


 Estranho eu estar postando mais um artigo sobre o ReactOS, talvez seja o que está pensando. Não estou tentando ficar promovendo o ReactOS, mas como teve o comentário no vídeo 


Então resolvi postar esta curiosidade sobre como o sistema operacional é construído. E por que razão você iria querer saber isso? por duas razões:
  • Simples curiosidade mesmo
  • Desmistificar um assunto no comentário
No comentário foi mencionado:
Parabéns! Excelente... Agradeço a você por explicar muito bem sobre o RectOS Pois muitas pessoas tem falta de conhecimento edigamos assim um "racismo" quando se fala do ReactOS. Estou usando ele na vm faz 1 ano e mesmo em AlPHA ele esta com um excelente desempenho e boa compatibilidade e muito seguro, já testei vários tipos de vírus e ele parece uma rocha intacto! ReactOS Rumo Ao Infinito E Alem!
 O que quero desmistificar, é que já vi gente realmente criticando o ReactOS, e gente que utiliza o Wine. Vai entender? Mal sabem que o ReactOS é feito no Wine.

 Compra Certa

 Tenho que concordar com o comentário que foi feito, que mesmo em AlPHA ele esta com um exelente desempenho e boa compatibilidade e muito seguro, ja testei varios tipos de virus e ele parece uma rocha intacto!

Já a curiosidade (para que quiser saber sobre isso), é que o ReactOS, além de ser um sistema operacional livre e de código aberto (como já mencionei, o Wine com um kernel clone do WindowsNT escrito do zero) é construído com tecnologias livres como o QT (mesma biblioteca que é utilizada para construir o KDE), CMake  que sitei no meu artigo "O dia em que o pinguim adiquire asas e cauda de um dragão de ferro" (que é extremamente poderoso, mais do que o GNUMake), Doxygen e o GCC, está sob licenças livres como GPL e BSD (digo tudo isso por que baixei o código fonte.

Então, caso alguém queira criticar (só pelo fato de ser um Windows), confiram as imagens abaixo:

cmake

GCC

licenca-bsd

qt

qt

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Marcadores

A pior história sobre Linux que já ouvi (5) A.I (1) ambiente gráfico (13) AMD (13) analise (8) Andriod (7) artigo (5) benchmark (1) BSDs (13) btrfs (6) Caixa de Ferramentas do UNIX (21) canto do Diego Lins (2) certificações Linux (7) Código Fonte (53) comandos (15) comp (1) compressores (5) container (1) CPU (12) criptografia (1) crowdfunding (9) cursos (18) daemons (13) Debian (30) desenvolvimento (47) desktop (13) DevOps (1) DevSecOps (1) dic (1) Dica de leitura (48) dica DLins (2) dicas do Flávio (27) diocast (1) dioliunx (3) distribuições Linux (11) Docker (15) DragonflyBSD (7) ead Diolinux (2) edição de vídeo (4) EMMI Linux (4) emuladores (3) endless (5) English interview (2) Enless OS (2) entrevista (16) espaço aberto (87) evento (3) facebook (1) filesystem (50) financiamento coletivo (2) fork (2) fox n forests (4) FreeBSD (9) Funtoo Linux (13) games (85) GOG (3) google (8) gpu (1) hardware (93) I.A (1) init system (6) Intel (14) IoT (1) ispconfig (1) jogos (28) kernel (111) lançamento (29) leis (1) LFCS (1) licenças (7) Linus (14) Linux (194) linux foundation (3) linux para leigos (1) live (4) LPI (10) LTS (1) machine learning (1) mesa redonda (28) microst (1) muito além do GNU (100) não viva de boatos (10) navegadores (2) NetBSD (3) novatec (17) o meu ambiente de trabalho (3) off-topic (14) open source (76) OpenBSD (3) OpenShift (1) os vários sabores de Linux (32) padrim (2) palestras e eventos (2) partições (6) pentest (6) processadores (20) professor Augusto Manzano (11) Programação (34) propagandas com Linux (8) Red Hat (10) redes (2) resenha nerd (4) Resumo da Semana do Dlins (2) resumo do Tux (23) retrospectiva Linux (1) runlevel (2) segurança digital (12) servidores (1) sistema operacional (12) Software livre e de código aberto (150) sorteio (3) Steam (8) Steam no Linux (6) supercomputadores (2) suse (3) systemd (7) terminal (70) toca do tux (1) toybox (12) tutorial (2) Tux (2) unboxing (7) UNIX (16) UNIX Toolbox (15) vartroy (1) vga (1) vulnerabilidade (3) wayland (1) whatsapp (1) Windows Subsystem for Linux (1) wine (11) WoT (1) ZFS (3)