Estrutura de sistema de arquivo parte I

Escrevi um artigo tratado de benchmark de filesystems. Por que então não tratarmos desta vez de como um sistema de arquivo é estruturado nos *nix?

Estrutura de sistema de arquivo parte I

 Sistema de arquivo  é o método de armazenar e organizar coleções arbitrária de dados em uma forma utilizável a humanos.
 Quem acompanha o canal Toca do Tux já deve ter assistido o vídeo "Filesystems (vale a pena saber?)" onde narro um pouco sobre o assunto.:


 Antes de dar inicio ao assunto quero fazer um esclarecimento. Vi certa vez um amigo compartilhar em uma rede social como o sistema de arquivo é estruturado e fez o seguinte comentário:

Se notarem, esse meu amigo fez até a observação corrigindo o que afirmam.
 Essa informação não trata da estrutura do kernel. trata-se na verdade, de como os diretórios do sistema são estruturados dentro do sistema de arquivo.
Diretórios são em uma interface gráfica as pastas que visualizamos. O termo pasta foi adotado pela Apple para facilitar para os usuários (ficar algo, digamos, mais amigável).

 As informações sobre para que serve cada diretório podem ser obtidas e lidas na documentação FHS. O FHS (Filesystem Hierarchy Standard) é a documentação que define e descreve a utilidade de cada diretório, quais diretórios são necessários, quais são opcionais e quais são sugeridos nos sistemas Unix (uma herança que os Unix tem em comum).
 Um dos escritores responsáveis pelo FHS foi Rusty Russell (conhecido também por ser o desenvolvedor que originalmente escreveu o Ipchains e o Netfilter/Iptables, iniciou o trabalho de desenvolvimento do Hypervisor Lguest no kernel Linux e em 2009 integrou a equipe do Samba).
Rusty Russell na conferência Australiana linux em Janeiro de 2011
man iptables
 Existe também o Linux Filesystem Hierarchy, que conheci quando a ultima versão do FHS era a 2.1. Hoje em dia FHS é mantido pela Linux Foundation na sua ultima versão, que é a 3.0, o nome de Rusty Russel permanece lá (ele merece os créditos por suas contribuições feitas). É uma documentação que vale a leitura.


Mais informações:

Sou analista (bilíngue) de microinformática, professor de inglês, tradutor e interprete.

 Sou também redator no blog Diolinux e um dos tradutores da distribuição Funtoo. Já fiz parte da distribuição IPFire por um tempo também, uma distribuição que gosto muito na parte de administrar o servidor por uma interface web.
 Possuo um manual chamado Caixa de Ferramentas do UNIX traduzido por mim e revisado por mais amigos que abrange tanto Linux (dentre algumas distribuições) quanto Solaris, BSDs, Mac OS X e em alguns momentos o Windows (devido a integração cliente servidor).
 Recentemente estou trabalhando em um manual de migração para Linux.

Compartilhe isso

Leia outros posts

Próximo post
« Próximo post
Post Anterior
Próximo Post »

Compre na imago brinquedos

Compre na imago brinquedos
Utilize o cupom de desconto TOCADOTUX e ecnomize 5% na sua compra