Visão Geral Sobre o Terminal (2ª Parte)

 No meu ultimo artigo, comecei a tratar de como se orientar pelo terminal conseguindo entender sua descrição principiando somente com o usuário logado na máquina. Agora vamos dar continuidade a essa etapa.

 Visão Geral Sobre o Terminal (Segunda Parte)


 Continuando a nossa Visão Geral Sobre o Terminal, agora pretendo tratar da parte do "@" em diante.
 Como havia descrito no artigo anterior (e melhor explicando na imagem acima) o nome antes do "@" é o nome do usuário logado; logo após vem o nome dado ao sistema.
 o nome do sistema em que o usuário está logado pode ser obtido utilizando o comando "hostname":
Este comando é útil em distribuições que não exibem o nome da máquina.

 O comando "hostname" é utilizando para exibir o nome  de DNS do sistema e também para verificar OU definir o nome ao sistema ou do nome de domínio NIS que é obtida pela função gethostname (mas por enquanto vamos deixar esse assunto para mais tarde, vamos tratar somente dessa parte do terminal). Esse nome fica armazenado em "/etc/hostname".

 É possível também utilizar o comando "hostnamectl" para obter mais informações:
É possível notar que com o comado hostnamectl podemos obter mais informações além do hostname como até mesmo o sistema e sua versão, a versão do kernel, a arquitetura, ID tanto da máquina qunto do boot, chassis e nome de ícone.

 O uso do comando "hostnamectl" (assim como o comando hostname) não se limita somente a verificar informações.

 Agora, tratando dos seguintes caracteres após o hostname, temos:

 O ":" é simplesmente para poder separar as informações anteriores das próximas.
"~" indica o local em que está logado. No caso, "~" indica a home do usuário logado. Caso estivesse em outro diretório, seria indicado ao invés do "~" ou adicionado informações junto ao "~" caso estivesse navegando nos diretórios de home:

o "~" desaparece nessa ocasião por não está dentro de "/home"
note que o "~" não aparece nessa ocasião por não está dentro de "/home".

 Pode ser que você encontre uma distribuição que omita as informações após ":", porém essa informação sobre o local atual de navegação pode ser conferida utilizando o comando "pwd"(acrônimo de Print Working Directoy):






 Essa informação fica armazenada em uma varável chamada $PWD. Através desta variável, podemos consultar o mesmo resultado. Outra variável interessante seria a $OLDPWD que armazena a informação de ultimo diretório navegado e podemos utilizá-la para obter tal informação. As informações das variáveis podem ser obtidas utilizando o comando "echo":
As informações das variáveis podem ser obtidas utilizando o comando "echo"



As informações das variáveis podem ser obtidas utilizando o comando "echo".



 E finalizando, o "$" representa se eu usuário é administrador (root) ou usuário comum. Quando logamos como administrador, esse "simbolo" é alterado para "#":


Mais informações, consultem as manpages:
man (1, 5 e 7) hostname
man 2 gethostname
man hostnamectl

 Caso tenha gostado, não deixe de largar um Thumb up aí e de compartilhar.
 Encontrou algum erro? Fale conosco (criticas sempre são importante para ajudar a evoluir um trabalho).

Sou analista (bilíngue) de microinformática, professor de inglês, tradutor e interprete.

 Sou também redator no blog Diolinux e um dos tradutores da distribuição Funtoo. Já fiz parte da distribuição IPFire por um tempo também, uma distribuição que gosto muito na parte de administrar o servidor por uma interface web.
 Possuo um manual chamado Caixa de Ferramentas do UNIX traduzido por mim e revisado por mais amigos que abrange tanto Linux (dentre algumas distribuições) quanto Solaris, BSDs, Mac OS X e em alguns momentos o Windows (devido a integração cliente servidor).
 Recentemente estou trabalhando em um manual de migração para Linux.

Compartilhe isso

Leia outros posts

Próximo post
« Próximo post
Post Anterior
Próximo Post »

Compre na imago brinquedos

Compre na imago brinquedos
Utilize o cupom de desconto TOCADOTUX e ecnomize 5% na sua compra