Python Para Pentes

Python Para Pentes
Python Para Pentes

    Python é a linguagem preferida dos profissionais de segurança da informação. Fácil de aprender, multiplataforma, e com uma enorme variedade de bibliotecas que podem ser aproveitadas em pentest de redes, aplicações web e redes sem fio. Este livro mostra como criar ferramentas em Python para pentest, com muitos exemplos de código-fonte, que podem ser executados em qualquer versão do Kali Linux.
    Destina-se a profissionais de segurança da informação, com conhecimentos de Python e pentest, interessados em utilizar Python para criar suas próprias ferramentas para pentest.
O livro é dividido em quatro capítulos. O primeiro, Introdução ao Python, fornece o conhecimento básico para os capítulos posteriores.

    O segundo, Pentest em redes, mostra as ferramentas que podem ser usadas em um pentest de redes corporativas. O terceiro, Pentest em aplicações web, mostra como criar ferramentas para automatização de ataques em aplicações web. E o quarto, Pentest em redes sem fio, automatiza ataques voltados às redes sem fio.
Com este livro você aprenderá a:
  • Utilizar scripts Python encontrados na internet e criar os próprios.
  • Criar cavalos de troia, backdoors e scripts para Windows e Linux.
  • Automatizar o uso de exploits e controle de browsers, integrando o Python ao Metasploit e ao BEEF.
  • Ter controle do Internet Explorer, manipulando os dados entre o usuário e o site destino.
  • Redirecionar portas e tunelamento de dados.
  • Realizar ataques de pouca banda (low band), paralisando sites via DoS.
  • Criar interface gráfica para administração de redes zumbis em ataques DDoS.
  • Infectar arquivos executáveis de pendrive com o payload do Metasploit.
  • Realizar ataques de força bruta contra sites e o Facebook.
  • Monitorar o tráfego de redes sem fio.
  • Utilizar processamento distribuído para a quebra de senhas WPA/WPA2 PSK.

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Viu algum erro e quer compartilhar seu conhecimento? então comente aí.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Marcadores

A pior história sobre Linux que já ouvi (5) A.I (1) ambiente gráfico (19) AMD (14) analise (10) Andriod (16) android (7) Apple (1) arm (4) artigo (5) aws (1) bc (23) benchmark (6) BetrFS (1) blackhat (1) BSDs (29) btrfs (32) bugs (2) Caixa de Ferramentas do UNIX (19) canto do Diego Lins (2) certificações Linux (7) Código Fonte (54) comandos (30) comp (1) compressores (5) container (7) CPU (19) cracker (1) criptografia (5) crowdfunding (9) cursos (24) daemons (13) Debian (31) desempenho (1) desenvolvimento (90) desktop (19) DevOps (3) DevSecOps (4) dic (1) Dica de leitura (90) dica DLins (2) dicas do Flávio (27) Dicas TechWarn (1) diet libc (3) diocast (1) dioliunx (3) distribuições Linux (14) Docker (12) DragonflyBSD (22) driver (1) ead Diolinux (2) edição de vídeo (5) embarcados (1) EMMI Linux (4) emuladores (9) endless (5) English interview (3) Enless OS (2) entrevista (17) espaço aberto (82) evento (6) facebook (1) Fedora (10) filesystem (82) financiamento coletivo (2) fork (4) fox n forests (4) FreeBSD (20) Funtoo Linux (13) games (93) gerenciadores de pacotes (4) glaucus (2) GOG (3) google (8) gpu (3) hacker (2) hardware (104) hash (1) helenos (3) I.A (1) init system (10) Intel (15) inteligencia artificial (1) IoT (1) ispconfig (1) jogos (37) kde (1) kernel (138) lançamento (64) leis (1) LFCS (1) libs (2) licenças (8) Linus (16) linus torvalds (2) Linux (194) linux foundation (3) linux para leigos (1) live (5) LPI (8) LTS (1) Mac (1) machine learning (1) matemática (9) mesa redonda (27) microcontroladores (1) microsoft (6) microst (1) muito além do GNU (159) musl (2) não viva de boatos (9) navegadores (5) NetBSD (7) newlib (1) nim (1) nintendo (1) novatec (17) novidades (1) nuvem (1) o meu ambiente de trabalho (3) off-topic (12) open source (84) OpenBSD (6) OpenShift (1) os vários sabores de Linux (42) padrim (2) palestras e eventos (5) partições (6) pentest (8) performance (1) pipewire (1) plan9 (1) playstation (1) processadores (30) professor Augusto Manzano (11) Programação (64) promoção (1) propagandas com Linux (8) ps4 (1) real-time. (1) Red Hat (22) redes (4) resenha nerd (4) Resumo da Semana do Dlins (2) resumo do Tux (19) retrospectiva Linux (1) risc-V (14) RISCV (13) rtos (1) runlevel (2) rust (12) segurança digital (24) servidores (1) shell (7) shell script (6) sistema operacional (25) smartphones (3) Software livre e de código aberto (151) sorteio (3) Steam (10) Steam no Linux (8) supercomputadores (4) suse (5) systemd (7) terminal (87) terminal de comandos (16) toca do tux (1) toybox (26) tutorial (6) Tux (3) unboxing (7) UNIX (17) UNIX Toolbox (14) vartroy (1) vga (1) virtualização (2) vulnerabilidade (6) wayland (5) whatsapp (1) whitehat (1) Windows Subsystem for Linux (2) wine (14) WoT (1) ZFS (15) zsh (3)