Malware na Snap Store! E agora? O que fazer?

Essa semana decidi debater sobre o malware que assustou muita gente e estou reforçando o compartilhamento deste vídeo através deste artigo para quem ainda não assistiu. Também para reforçar a live que terá com o Heitor Faria do projeto Bacula :)

Este malware não representava uma real ameaça; para quem não sabe, depois da criação daddblocks, mineração de dados virou a febre do momento. E o que os addblocks tem a ver com isso? Minerar dados foi a outra que encontraram de ganhar dinheiro. Há até mesmo pessoas bem sucedidas financeiramente que compraram parques de maquinas inteiros ou empresas inteiras para poder minerar dados; e competir com pessoas assim, se torna quase impossível... até que alguém uma boa ideia; e essa ideia, é minerar dados através da máquinas de outros usuários em massa ;)

E como fazer isso? Foi aí que desenvolvedores de software tiveram a grande ideia de minerar dados através de máquinas de usuários de seus programas. Até mesmo programas de torrent, o Pirate Bay e jogos do momento tanto em desktops quantos smartphone estão minerando dados e quase ninguém sabe. Jogos se tornaram comum na mineração de dados.

Se calcularmos a quantidade de pessoas que estão rodando um determinado jogo que virou febre entre os usuários e se estiverem utilizando 5-8% de cada máquina para minerar dados (que é um percentual que é quase imperceptível), você tem uma quantidade enorme de poder computacional trabalhando para você de forma bem mais barata (quase e graça) do que comprar um parque de máquinas. Foi aí que o espertão do 2018 teve a ideia de entrar na jogada e achou que ninguém ia se perceber nada.


Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Marcadores

A pior história sobre Linux que já ouvi (5) A.I (1) ambiente gráfico (15) AMD (13) analise (9) Andriod (8) artigo (5) benchmark (3) BSDs (18) btrfs (10) Caixa de Ferramentas do UNIX (19) canto do Diego Lins (2) certificações Linux (6) Código Fonte (50) comandos (16) comp (1) compressores (4) container (1) CPU (15) criptografia (2) crowdfunding (9) cursos (19) daemons (13) Debian (29) desenvolvimento (53) desktop (16) DevOps (1) DevSecOps (1) dic (1) Dica de leitura (49) dica DLins (2) dicas do Flávio (27) diocast (1) dioliunx (3) distribuições Linux (12) Docker (7) DragonflyBSD (12) ead Diolinux (2) edição de vídeo (4) EMMI Linux (4) emuladores (5) endless (5) English interview (2) Enless OS (2) entrevista (16) espaço aberto (83) evento (4) facebook (1) Fedora (4) filesystem (56) financiamento coletivo (2) fork (3) fox n forests (4) FreeBSD (11) Funtoo Linux (13) games (87) gerenciadores de pacotes (2) GOG (3) google (8) gpu (2) hardware (96) I.A (1) init system (7) Intel (14) IoT (1) ispconfig (1) jogos (33) kernel (114) lançamento (39) leis (1) LFCS (1) licenças (7) Linus (15) linus torvalds (1) Linux (188) linux foundation (3) linux para leigos (1) live (4) LPI (8) LTS (1) machine learning (1) meetup (1) mesa redonda (27) microsoft (3) microst (1) muito além do GNU (115) não viva de boatos (9) navegadores (2) NetBSD (3) novatec (17) o meu ambiente de trabalho (3) off-topic (12) open source (78) OpenBSD (3) OpenShift (1) os vários sabores de Linux (36) padrim (2) palestras e eventos (3) partições (6) pentest (6) processadores (23) professor Augusto Manzano (11) Programação (40) propagandas com Linux (8) Red Hat (13) redes (2) resenha nerd (4) Resumo da Semana do Dlins (2) resumo do Tux (19) retrospectiva Linux (1) runlevel (2) Secomp (1) segurança digital (13) servidores (1) shell (1) sistema operacional (18) Software livre e de código aberto (147) sorteio (3) Steam (8) Steam no Linux (6) supercomputadores (3) suse (3) systemd (7) terminal (73) toca do tux (1) toybox (14) tutorial (5) Tux (3) unboxing (7) UNIX (15) UNIX Toolbox (14) vartroy (1) vga (1) vulnerabilidade (3) wayland (2) whatsapp (1) Windows Subsystem for Linux (1) wine (12) WoT (1) ZFS (7)