Lançado zsh versão 5.4.1

Vocês sabem que zsh é uma das minhas paixões. Fiz até mesmo o vídeo que abriu a série muito além do GNU. É um terminal poderoso, muito mais estável e seguro do que o Bash, rico em ferramentas tanto para desenvolvedores (que é a área aonde o zsh é mais encontrado) e para sysadmins. Não há restrição para ser utilizado em desktops também e o que não seria uma má ideia se fosse o terminal padrão.


Foi lançada a versão 5.4.1 do terminal de comando zsh que é um terminal que eu gosto muito (como todos vocês bem sabem) pelo seu poder e robustez. A atualização acontecerá do 5.3.1 para o 5.4.1 já que 5.4 não foi lançado.

Dentro das novidades no zsh 5.4.1 estão nos modificadores e opções para os comandos 'exec' e 'command' que agora realiza analise após expansão, que anteriormente realizavam analise entre a expansão do alias e a expansão (tanto no modificador quanto em quaisquer opções) (confiram zshexpn(1)),  assim eles não podiam tanto ser citados nem ser o resultado de expansão de parâmetro.
 Exemplos: 's=comando; $s -V ls' e '\comando -V ls' agora funciona como esperado.

Funções executadas pelos widgets ZLE não possuem mais sua saída padrão fechada, mas redirecionada do /dev/null.

Há uma opção WARN_NESTED_VAR, uma companhia para a existente WARN_CREATE_GLOBAL que causa um aviso (warning) se uma função atualizar uma variável a partir de um encerramento sem utilizar typeset -g.  Isso pode ser ligado para uma função individual com as "funções -W".

zmodload agora possui uma opção -s para ser silenciada em uma falha e encontrar um módulo mas ainda printa outros errors.

Para baixar a nova versão do zsh, basta ir no link abaixo (ou ir no SourceForge) onde poderá baixar em tar.gz e tar.xz.

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Marcadores

A pior história sobre Linux que já ouvi (5) A.I (1) ambiente gráfico (15) AMD (13) analise (9) Andriod (8) artigo (5) benchmark (3) BSDs (16) btrfs (10) Caixa de Ferramentas do UNIX (19) canto do Diego Lins (2) certificações Linux (6) Código Fonte (50) comandos (16) comp (1) compressores (4) container (1) CPU (15) criptografia (2) crowdfunding (9) cursos (19) daemons (13) Debian (29) desenvolvimento (53) desktop (16) DevOps (1) DevSecOps (1) dic (1) Dica de leitura (48) dica DLins (2) dicas do Flávio (27) diocast (1) dioliunx (3) distribuições Linux (12) Docker (7) DragonflyBSD (10) ead Diolinux (2) edição de vídeo (4) EMMI Linux (4) emuladores (5) endless (5) English interview (2) Enless OS (2) entrevista (16) espaço aberto (83) evento (4) facebook (1) Fedora (4) filesystem (56) financiamento coletivo (2) fork (3) fox n forests (4) FreeBSD (11) Funtoo Linux (13) games (87) gerenciadores de pacotes (2) GOG (3) google (8) gpu (2) hardware (96) I.A (1) init system (7) Intel (14) IoT (1) ispconfig (1) jogos (33) kernel (114) lançamento (39) leis (1) LFCS (1) licenças (7) Linus (15) linus torvalds (1) Linux (188) linux foundation (3) linux para leigos (1) live (4) LPI (8) LTS (1) machine learning (1) meetup (1) mesa redonda (27) microsoft (3) microst (1) muito além do GNU (115) não viva de boatos (9) navegadores (2) NetBSD (3) novatec (17) o meu ambiente de trabalho (3) off-topic (12) open source (78) OpenBSD (3) OpenShift (1) os vários sabores de Linux (36) padrim (2) palestras e eventos (3) partições (6) pentest (6) processadores (23) professor Augusto Manzano (11) Programação (40) propagandas com Linux (8) Red Hat (13) redes (2) resenha nerd (4) Resumo da Semana do Dlins (2) resumo do Tux (19) retrospectiva Linux (1) runlevel (2) Secomp (1) segurança digital (13) servidores (1) shell (1) sistema operacional (18) Software livre e de código aberto (147) sorteio (3) Steam (8) Steam no Linux (6) supercomputadores (3) suse (3) systemd (7) terminal (73) toca do tux (1) toybox (14) tutorial (5) Tux (3) unboxing (7) UNIX (15) UNIX Toolbox (14) vartroy (1) vga (1) vulnerabilidade (3) wayland (2) whatsapp (1) Windows Subsystem for Linux (1) wine (12) WoT (1) ZFS (7)