Lançado zsh versão 5.4.1

Vocês sabem que zsh é uma das minhas paixões. Fiz até mesmo o vídeo que abriu a série muito além do GNU. É um terminal poderoso, muito mais estável e seguro do que o Bash, rico em ferramentas tanto para desenvolvedores (que é a área aonde o zsh é mais encontrado) e para sysadmins. Não há restrição para ser utilizado em desktops também e o que não seria uma má ideia se fosse o terminal padrão.


Foi lançada a versão 5.4.1 do terminal de comando zsh que é um terminal que eu gosto muito (como todos vocês bem sabem) pelo seu poder e robustez. A atualização acontecerá do 5.3.1 para o 5.4.1 já que 5.4 não foi lançado.

Dentro das novidades no zsh 5.4.1 estão nos modificadores e opções para os comandos 'exec' e 'command' que agora realiza analise após expansão, que anteriormente realizavam analise entre a expansão do alias e a expansão (tanto no modificador quanto em quaisquer opções) (confiram zshexpn(1)),  assim eles não podiam tanto ser citados nem ser o resultado de expansão de parâmetro.
 Exemplos: 's=comando; $s -V ls' e '\comando -V ls' agora funciona como esperado.

Funções executadas pelos widgets ZLE não possuem mais sua saída padrão fechada, mas redirecionada do /dev/null.

Há uma opção WARN_NESTED_VAR, uma companhia para a existente WARN_CREATE_GLOBAL que causa um aviso (warning) se uma função atualizar uma variável a partir de um encerramento sem utilizar typeset -g.  Isso pode ser ligado para uma função individual com as "funções -W".

zmodload agora possui uma opção -s para ser silenciada em uma falha e encontrar um módulo mas ainda printa outros errors.

Para baixar a nova versão do zsh, basta ir no link abaixo (ou ir no SourceForge) onde poderá baixar em tar.gz e tar.xz.

Sou analista (bilíngue) de microinformática, professor de inglês, tradutor e interprete.

 Sou também redator no blog Diolinux e um dos tradutores da distribuição Funtoo. Já fiz parte da distribuição IPFire por um tempo também, uma distribuição que gosto muito na parte de administrar o servidor por uma interface web.
 Possuo um manual chamado Caixa de Ferramentas do UNIX traduzido por mim e revisado por mais amigos que abrange tanto Linux (dentre algumas distribuições) quanto Solaris, BSDs, Mac OS X e em alguns momentos o Windows (devido a integração cliente servidor).
 Recentemente estou trabalhando em um manual de migração para Linux.

Compartilhe isso

Leia outros posts

Próximo post
« Próximo post
Post Anterior
Próximo Post »

Compre na imago brinquedos

Compre na imago brinquedos
Utilize o cupom de desconto TOCADOTUX e ecnomize 5% na sua compra