Cara de Ubuntu do caramba (ou de Gnome; só que invertido)

 Esses tempos resolvi utilizar o Windows 8.1 Pro na empresa que estou trabalhando e resolvi compartilhar essa experiência com vocês*...

Cara de Ubuntu do caramba (ou de Gnome; só que invertido)

 Parece que a Microsoft tem a ideia de que os seus usuários são desbravadores, porque a cada versão é uma surpresa. Do XP para o Vista foi uma guerra civil na sua curva de aprendizado; o 7 tentou apagar esta impressão, agora... no 8 e 8.1 .... Nass.... As mudanças são radicais.

 Eu resolvi manter minha máquina com Windows para eu atender ao pessoal em suas estações, assim poderia me adaptar e não precisaria ficar perdendo tempo em ficar procurando as coisas na máquina do pessoal ao atender. Temos servidores Linux e para algumas aplicações temos um servidor Windows server (não me perguntem o por que, cheguei na empresa e já funcionava desta forma).

 Bom, já não sou muito bom com as GUIs (por essa razão que uso o MATE, por estar acostumado com o padrão do antigo GNOME). Até me adaptei ao novo Gnome no Wheesy, mas ainda prefiro o Mate. Bom, por fim, eu poderia pedir para utilizar o Linux, meus chefes não se importariam; mas como há estações Windows aqui, prefiro tentar me adaptar para atender ao pessoal.  agora, imagina a cena:
  Eu... acostumado com terminal... de repente me deparo com o Windows 8.1. Pow, quando clico no iniciar, eu me sinto como se estivesse em uma festa rave, tomando energético e absolut**Abre um painel muito do doido que vira um festival e tudo começa a girar (só faltava a musica e estava tudo certo); não sei para aonde ir ou o que fazer (nem aonde estou ou como sair dalí). Me senti totalmente dopado. A Microsoft retornou o botão iniciar, mas basicamente deu tudo na mesma, como se não tivesse ali.

 Bom, por acidente, eu passei o cursor do mouse no canto superior direito da tela e aparece isso:

Interface Unity do Ubuntu
Interface Unity do Ubuntu

Interface Gnome no Fedora
Interface Gnome no Fedora

Interface Gnome no Fedora
Interface Gnome no Fedora


Interface do Windows 8.1
Interface do Windows 8.1

 Na hora eu lembrei da interface Unity do Ubuntu e em seguida lembrei do Gnome. As pessoas dizem que muitos recursos do Windows 10 foram copiados do Linux, mas isso já é visto bem antes disso. Esse mesmo é uma cópia bem óbvia do Gnome com cara de windowsphone tudo junto, só que a Microsoft sempre inverte aonde os recursos copiados ficam localizados. Sempre foi assim, até mesmo os recursos copiados do Mac OS foram simplesmente invertidos em suas localizações (os botões de maximizar, restaurar e fechar quem o digam).

 Já me falaram que a Microsoft é padronizada enquanto que o Linux não. Difícil, na verdade, é ver isso no Windows. Se com um único sistema, nunca há um padrão, imagina se tivesse distribuições Windows... noss... a guerra estaria feita.


*A intenção aqui não é difamar o Windows, e sim relatar a experiência que até então não tinha vivido e nem conhecia. Mas Microsoft, fica aqui uma critica para bem dos seus usuários, siga uma linha de padronização.
**Só para constar, eu não bebo.

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu Comentário

Marcadores

A pior história sobre Linux que já ouvi (3) ambiente gráfico (11) AMD (13) analise (8) Andriod (6) artigo (5) benchmark (1) BSDs (12) btrfs (6) Caixa de Ferramentas do UNIX (21) canto do Diego Lins (2) certificações Linux (7) Código Fonte (53) comandos (13) comp (1) compressores (5) container (1) CPU (12) criptografia (1) crowdfunding (9) cursos (18) daemons (13) Debian (30) desenvolvimento (44) desktop (13) DevOps (1) DevSecOps (1) dic (1) Dica de leitura (44) dica DLins (2) dicas do Flávio (27) diocast (1) dioliunx (3) distribuições Linux (11) Docker (15) DragonflyBSD (5) ead Diolinux (2) edição de vídeo (4) EMMI Linux (4) emuladores (2) endless (5) English interview (2) Enless OS (2) entrevista (16) espaço aberto (87) evento (3) facebook (1) filesystem (47) financiamento coletivo (2) fork (2) fox n forests (4) FreeBSD (8) Funtoo Linux (13) games (84) GOG (3) google (8) gpu (1) hardware (92) init system (6) Intel (14) IoT (1) ispconfig (1) jogos (27) kernel (110) lançamento (22) leis (1) LFCS (1) licenças (6) Linus (14) Linux (193) linux foundation (3) linux para leigos (1) live (4) LPI (10) LTS (1) mesa redonda (28) microst (1) muito além do GNU (93) não viva de boatos (9) navegadores (2) NetBSD (2) novatec (16) o meu ambiente de trabalho (3) off-topic (14) open source (76) OpenBSD (2) OpenShift (1) os vários sabores de Linux (29) padrim (2) palestras e eventos (2) partições (6) pentest (6) processadores (19) professor Augusto Manzano (9) Programação (30) propagandas com Linux (8) Red Hat (10) redes (2) resenha nerd (4) Resumo da Semana do Dlins (2) resumo do Tux (23) retrospectiva Linux (1) runlevel (2) segurança digital (12) servidores (1) sistema operacional (10) Software livre e de código aberto (149) sorteio (3) Steam (8) Steam no Linux (6) supercomputadores (1) suse (3) systemd (7) terminal (68) toca do tux (1) toybox (10) tutorial (2) Tux (2) unboxing (7) UNIX (16) UNIX Toolbox (15) vartroy (1) vga (1) vulnerabilidade (3) whatsapp (1) Windows Subsystem for Linux (1) wine (11) WoT (1) ZFS (2)